ARMARIA (02.01.2016)
DESCRIÇÃO PREÇO
8414

MARDEL (LUIZ] - HISTORIA DA ARMA DE FOGO PORTATIL
Por... Capitão Instructor de Cavallaria da Escola do Exercito.
Lisboa, Imprensa Nacional 1887. In-4º gr. de 185-V págs. de texto e LVIII estampas. Enc.
Do "Prologo":

"A civilisação ainda não deu o almejado resultado da paz universal e da verdadeira fraternidade dos povos. Pelo contrario, quando mais têem avançado os conhecimentos da humanidade, tanto mais, obedecendo a uma ideia paradoxal, se têem accumulado os inventos mortíferos da guerra e ampliado os exercitos.
"A infanteria, nucleo e base dos exercitos, é a arma que por excellencia, é o elemento preponderante no exito das batalhas. Do armamento depende principalmente a sua tactica e superioridade. Assim todas as nações espiam, com solícita actividade, os melhoramentos que dia a dia vae adquirindo a arma de fogo portatil.
"O trablaho que apresentamos procura modestamente preencher n'este sentido a falta que em Portugal se faz notar de um livro que reuna as condições didacticas para o estudo seguido e comparativo de tão importante ramo da arte militar.
"Tratando das armas primitivas esboçâmos apenas as transformações que as approximam do armamento moderno, por julgarmos prolixo repetir o que se encontra em livros como o de Xylander e diversos artigos dos jornaes especiaes.
"Omittindo tambem a descripção de numerosos inventos de armas modernas, que não chegaram ao campo da pratica, insistimos em minuciosidades das que mereceram o beneplacito do mundo militar, sobretudo das que foram adoptadas nas diversas nações e fazem parte do armamento regulamentar.
"Se d'este trabalho, criticado e approvado officialmente, resultar utilidade para a classe militar, a que nos honramos de pertencer, ficaremos quite das locubrações e sacrifícios que nos impozemos".

Estudo precioso, ainda hoje de grande utilidade para estudiosos e coleccionadores de armas antigas, dividido em duas partes, ambas com frontispício próprio: a parte do texto que inclui 4 grandes estampas desdobráveis e o "Atlas", encadernado junto, com as suas magníficas 58 litografias a cores.
Sobre o autor e a obra, escreve Inocêncio (vol. XVI, 45): "Luiz Mardel ou Luiz Carlos Mardel Ferreira, nasceu em Lisboa em 1846. Seguiu o curso de marinha, mas quando era já guarda marinha requereu para passar ao exército com o posto de alferes, na arma de cavalaria, em 1871. Foi promovido a tenente em 1877 e a capitão em 1884. Tendo servido na escola do exército como repetidor, condecorado com o hábito de Avis e com a medalha militar de prata da classe de comportamento exemplar. Entrou para a academia Real das Ciências de Lisboa como sócio correspondente depois da publicação da sua segunda obra. A Historia da arma de fogo portátil é no formato de folio, tem 185 pag. e mais 1 de índice, 4 estampas litografadas, seguindo-se o Atlas com 4 pag. numeradas e 58 estampas cromolitografadas, contendo 454 figuras".

Encadernação antiga com lombada e cantos em pele verde.
Exemplar em bom estado de conservação, com ínfimos sinais do tempo, mas sem qualquer defeito a destacar; não tem assinaturas de posse, humidades, carimbos e/ou vestígios de xilófagos; a última estampas (nº 58) tem pequena falha de papel na margem que não afecta a parte impressa.
MUITO INVULGAR.

350,00 €
7588

VITERBO (F. M. DE SOUSA) - A ARMARIA EM PORTUGAL
Noticia documentada dos fabricantes de armas brancas que exerceram a sua profissão em Portugal. Memoria apresentada Á ACADEMIA REAL DAS SCIENCIAS DE LISBOA por Sousa Viterbo.
Lisboa. Por ordem e na Typographia da Academia. 1907. In-4º gr. de VI-176 págs. Enc.
No mesmo volume:
"A ARMARIA EM PORTUGAL. Segunda serie. Notícia documentada dos fabricantes de armas de arremesso e de fogo, bésteiros, viroteiros, arcabuzeiros, espingardeiros, etc., que exerceram a sua industria no nosso paiz. Lisboa. Por ordem e na Typographia da Academia. 1908. In-4º gr. de VI-187-I págs."

Estudo de grande envergadura, provavelmente o mais completo sobre o tema, com o registo de mais de 400 fabricantes nacionais de armas brancas e de fogo, do séc. XIV ao Séc. XVIII.
Obra completa nos seus 2 volumes e MUITO RARA já que a sua tiragem resumiu-se a apenas 100 exemplares.
Boa e sólida encadernação com lombada e cantos em pele. Conserva as capas da brochura do 1º volume e margens integrais.
Em excelente estado de conservação.

300,00 €
Página produzida pelo programa CaTema, de AFAsoft          © 2009 António F. Amorim