MONTRA (20.07.2017)
DESCRIÇÃO PREÇO
11179

A FOLHA
(Microcosmo litterario).
Imprensa da Universidade. Coimbra. 1868 a 1870. In-4º de 160 + 96 págs. Enc.
Rara e importante revista literária dirigida por João Penha (1838-1919) a partir de Coimbra, constituída por 5 séries, aproximadamente uma por cada ano, publicada entre 1868 e 1873.
Colaborações de, entre outros, João Penha, Cândido de Figueiredo, Guilherme Braga, Simões Dias, Guerra Junqueiro, Teófilo Braga, Gonçalves Crespo, Alberto Pimentel, António Feliciano de Castilho, Antero de Quental (com os poemas "These e Antithese" e "Justitia Mater") e Sousa Viterbo.
O nosso exemplar inclui apenas as duas primeiras séries. A 1ª série tem 20 números e publicou-se entre 1868 e 1869; a 2ª tem 12 números de 1870. Estas duas primeiras séries têm, portanto, um total de 32 números, estando completas.
Encadernação antiga com lombada em pele.
Miolo em bom estado geral de conservação, apresentando normais sinais do tempo; lombada com pequena falha na parte superior. O exemplar pertenceu à biblioteca de ALBINO FORJAZ DE SAMPAIO, da qual ostenta um belo ex-libris.

150,00 €
11347

ALBUM DE COIMBRA
S/ editor. S/ local. S/d. In-8º Enc.
Belo álbum de coimbra que cremos ser dos primeiros anos do século XX, ilustrado com 24 vistas da cidade.
Elegante encadernação editorial em percalina vermelha, decorada com ferros a seco e dizeres a ouro.
Em bom estado de conservação.
INVULGAR.

VENDIDO
11198

ALGUMAS OBRAS DE ARTE PORTUGUESA NO MUSEU NACIONAL DE ARTE CONTEMPORÂNEA
Lisboa - 1956.
[Composto e impresso na Tipografia da Empresa Nacional de Publicidade. Lisboa]. In-8º gr. de 64 págs. inumrs. Br.
Catálogo da exposição realizada, ilustrado a negro com várias dezenas de reproduções de obras de autores como, entre outros, Tomás da Anunciação, Visconde de Meneses, Miguel Lupi, Alfredo Keil, Silva Porto, Marques de Oliveira, Columbano, Malhoa, Condeixa, Artur Loureiro, João Vaz, Rei Dom Carlos de Bragança, Sousa Pinto, António Carneiro, Medina, Eduardo Malta, Mily Possoz, Eduardo Viana, Abel Manta, Dordio Gomes, Sarah Afonso, Carlos Botelho, Almada, Mário Eloy, Pomar, Resende, Soares dos Reis, Teixeira Lopes, Diogo de Macedo, Barata Feyo, etc.
Em bom estado geral de conservação apresentando ínfimos sinais do tempo.

10,00 €
11535

ALMEIDA (NICOLAU TOLENTINO DE) - OBRAS COMPLETAS
Com alguns ineditos e um ensaio biographico-critico por JOSÉ DE TORRES. Illustradas por Nogueira da Silva.
1861. Editores - Castro, Irmão & Cª. Lisboa. In-8º de 388-LXXXVI-IX págs. Enc.
Estimada edição das "Obras completas", já que inclui alguns inéditos não publicados nas anteriores edições de 1801 e 1828, ensaio biográfico de páginas I a LXXXVI e ainda 34 estampas humorísticas impressas à parte, assinadas por Nogueira da Silva, o pioneiro da introdução da gravura de madeira no nosso país. Além destas estampas "hors-texte", o volume está adornado com numerosas vinhetas dispostas ao longo do texto.
Bela encadernação, antiga, com lombada e cantos em pele. Não conserva as capas da brochura e está muito ao de leve aparado.
Exemplar em bom estado geral de conservação; exibe ocasionais manchas de acidez e ínfimos sinais do tempo.
INVULGAR.

Aconselhamos vivamente a leitura atenta do excelente blog do Dr. Rui Martins, na entrada relativa a Nicolau Tolentino de Almeida: https://tertuliabibliofila.blogspot.pt/2014/05/nicolau-tolentino-de-almeida-um.html

75,00 €
11526

ALVARELLOS (LOIS CARRÉ) - ROMANCEIRO POPULAR GALEGO DE TRADIZON ORAL
Traballo galardoado cô premio "Padre Feijóo" do Concurso annual do Centro Galego de Bós Aires no ano de 1955. Con un prefacio do Dr. Fernando de Castro Pires de Lima.
Junta de Província do Douro Litoral. Comissão de Etnografia e História. Porto. MCMLIX [1959]. In-4º de 334-IV págs. Br.
Exemplar em bom estado geral de conservação, com assinatura de posse no frontispício e carimbo de oferta no anterrosto.

15,00 €
10011

AMEAL (JOÃO) - A CONTRA REVOLUÇÃO
"Atlântida" Livraria Editora (Antiga F. França Amado). Coimbra. 1928. In-8º de XV-269-III págs. Br.
1ª edição, com capa de Carlos Carneiro, de uma das primeiras obras do grande historiador monárquico que foi João Ameal (1902-1982), pseudónimo literário de João Francisco de Sande Aires de Campos, 3º conde do Ameal.
Exemplar em bom estado geral de conservação, apresentando ocasionais picos de acidez.
INVULGAR.

30,00 €
4309

AMEAL (JOÃO) - A REVOLUÇÃO DA ORDEM
Lisboa. 1932. [Tipografia Ingleza, Lda]. In-8º de 94-I págs. Br.
"Ordem-hierarquia-disciplina - os fundamentos dum novo mundo que o Fascismo veio tornar possível. Trilogia reconstrutiva e humana - oposta, diametralmente, à outra, à das jornadas do Terror francês, à liberdade-igualdade-fraternidade dos tiranos, dos destruidores e dos assassinos!".
Do Índice:
Posição do Problema (I- Necessidade duma Revolução; II- Dois Caminhos);
Os Elementos Fundamentais (I- Restauração do Estado, II- Virtudes fascistas, III- Sentido de Revolução, IV- O empirismo organizador);
O Estado Novo Italiano (I- Individualismo e Nacionalismo orgânico; II- O Estado Corporativo e Sindicalista; III- Giovinezzi, Giovinezzi; IV- Dois Decálogos; V- Pensamento nacionalista; VI- Boletim da Vitória)
A Revolução da Ordem em Portugal.
Bom exemplar.

VENDIDO
10604

AMEAL (JOÃO) - ALOCUÇÃO AOS LEGIONÁRIOS
Palavras ditas na noite de 3 de Abril de 1941, durante a sessão nacionalista efectuada no Teatro Sá da Bandeira, do Pôrto.
1941. "Edição do Boletim da Legião Portuguesa". In-8º de 15 págs. Enc.
Exemplar em bom estado geral de conservação; a capa anterior da brochura apresenta algumas manchas.
INVULGAR.

20,00 €
9822

AMEAL (JOÃO) - AS DIRECTRIZES DA NOVA GERAÇÃO
"LVMEN" Empresa Internacional Editora. Lisboa - Porto - Coimbra - Rio de Janeiro. 1925. In-8º de 71-III págs. Br.
Miolo em bom estado de conservação; capas da brochura apresentando bastante acidez e antiga assinatura de posse.

7,50 €
11047

AMEAL (JOÃO) - HISTÓRIA DE PORTUGAL
Das origens até 1940. Prémio Alexandre Herculano - 1941. Nova edição. 10º, 11º e 12º Milhares.
Livraria Tavares Martins. Porto. 1949. In-4º de XV-750 págs. Br.
Capa e desenhos de Manuel Lapa.
Exemplar em bom estado de conservação, apresentando normais sinais do tempo e carimbo a seco de posse do anterior proprietário particular.

VENDIDO
11156

AMEAL (JOÃO) - HISTÓRIA DE PORTUGAL
Livraria Tavares Martins. Porto. 1940. In-4º de XVI-867 págs. Enc.
1ª edição da mais conhecida e estimada obra de João Ameal (1902-1982), de grande sucesso editorial e que viria a conhecer várias edições ao longo do séc. XX.
Encadernação antiga com elegante lombada em pele. Conserva as capas da brochura.
Em bom estado geral de conservação.

VENDIDO
8714

AMEAL (JOÃO) - OS NOCTÍVAGOS
Romance. Scenas da vida de Lisboa.
"Lvmen". Empresa Internacional Editora. Lisboa - Porto - Coimbra. 1924. In-8º de 353-III págs. Br.
1ª edição.
Exemplar em bom estado de conservação mas com pequena falha de papel na capa anterior da brochura e antiga assinatura de posse no frontispício.

15,00 €
11182

ANDRADA (FRANCISCO DE) - CHRONICA// DO// MUYTO ALTO E MUYTO PODEROSO// REY// DESTES REYNOS DE PORTUGAL// DOM JOÃO// O III DESTE NOME,//
Dirigida// ha C.R.M. D'El Rey Dom Filippe o III,// Composta por// FRANCISCO D'ANDRADA// do Seu Conselho, e Seu Chronista mór.// PARTE I [a PARTE IIII].
COIMBRA:// Na Real Officina da Universidade.// Anno de MDCCLXXXXVI [1796]. 4 vols. In-8º gr. de VIII-XV-I-385 + XIX-I-565 + XX-452 + XXVII-I-544 págs. Enc.
Trata-se da segunda edição desta monumental obra sobre o reinado de D. João III (1521-1557), primitivamente dada à estampa em 1613 e primorosamente impressa sobre bom papel.
Sólidas e elegantes encadernações inteiras em pele, com lombadas decoradas com ferros a ouro e dizeres incritos também a ouro sobre rótulos de pele vermelha.
Conjunto em magnífico estado de conservação apresentando-se intacta a fibra do papel. O 1º volume tem pequeno e antigo carimbo a óleo de biblioteca particular do Porto [Constantino Cabral]; ausência de quaisquer humidades, assinaturas de posse, sinais de xilófagos, sublinhados ou outros defeitos recorrentes no livro antigo.
RARO.

600,00 €
11369

ARTES E TRADIÇÕES DA REGIÃO DE AVEIRO
Levantamento realizado pelos centros de estágio de Educação Visual. Escolas Preparatórias João Afonso de Aveiro e de S. João da Madeira.
Edições Terra Livre. Lisboa. 1984. In-8º de 262-XXII págs. Br.
Título nº 6 da "Colecção Arte e Artistas", profusamente ilustrado ao longo do texto com vários desenhos e fotografias a negro.
Exemplar em bom estado de conservação.

12,50 €
11375

ARTES E TRADIÇÕES DA REGIÃO DO PORTO
Levantamento realizado pelos centros de estágio de Educação Visual das Escolas Preparatórias de Gomes Teixeira, Maria Lamas e Francisco Torrinha do Porto; Teixeira Lopes, de Vila Nova de Gaia; (...).
Edições Terra Livre. Lisboa. 1985. In-8º de 301-V págs. Br.
Título nº 9 da "Colecção Arte e Artistas", profusamente ilustrado ao longo do texto com vários desenhos e fotografias a negro.
Exemplar em bom estado de conservação.

15,00 €
11376

ARTES E TRADIÇÕES DE BARCELOS
Levantamento realizado pelo centro de estágio de Educação Visual. Escola Preparatória de Barcelos.
Edições Terra Livre. Lisboa. 1979. In-8º de 169-XI págs. Br.
Título nº 1 da "Colecção Arte e Artistas", profusamente ilustrado ao longo do texto com vários desenhos e fotografias a negro.
Exemplar em bom estado de conservação.

12,50 €
11373

ARTES E TRADIÇÕES DE BRAGANÇA
Levantamento realizado pelo centro de estágio de Educação Visual. Escola Preparatória de Bragança.
Edições Terra Livre. Lisboa. 1984. In-8º de 276-IV págs. Br.
Título nº 7 da "Colecção Arte e Artistas", profusamente ilustrado ao longo do texto com vários desenhos e fotografias a negro.
Exemplar em bom estado de conservação.

12,50 €
11377

ARTES E TRADIÇÕES DE ÉVORA E PORTALEGRE
Levantamento realizado pelos centros de estágio de Educação Visual. Escolas Preparatórias de Évora e Portalegre.
Edições Terra Livre. Lisboa. 1980. In-8º de 212-XII págs. Br.
Título nº 2 da "Colecção Arte e Artistas", profusamente ilustrado ao longo do texto com vários desenhos e fotografias a negro.
Exemplar em bom estado de conservação.

12,50 €
11371

ARTES E TRADIÇÕES DE VIANA DO CASTELO
Levantamento realizado pelo centro de estágio de Educação Visual. Escola Preparatória de Frei Bartolomeu dos Mártires.
Edições Terra Livre. Lisboa. 1983. In-8º de 176-IV págs. Br.
Título nº 4 da "Colecção Arte e Artistas", profusamente ilustrado ao longo do texto com vários desenhos e fotografias a negro.
Exemplar em bom estado de conservação.

12,50 €
11374

ARTES E TRADIÇÕES DE VILA REAL
Levantamento realizado pelo centro de estágio de Educação Visual. Escola Preparatória de Diogo Cão.
Edições Terra Livre. Lisboa. 1984. In-8º de 141-III págs. Br.
Título nº 8 da "Colecção Arte e Artistas", profusamente ilustrado ao longo do texto com vários desenhos e fotografias a negro.
Exemplar em bom estado de conservação.

12,50 €
11370

ARTES E TRADIÇÕES DE VISEU
Levantamento realizado pelo centro de estágio de Educação Visual. Escola Preparatória de Viseu.
Edições Terra Livre. Lisboa. 1982. In-8º de 298-II págs. Br.
Título nº 3 da "Colecção Arte e Artistas", profusamente ilustrado ao longo do texto com vários desenhos e fotografias a negro.
Exemplar em bom estado de conservação, com ínfimos sinais de manuseamento ao nível das capas da brochura.

10,00 €
11459

ASSAC (JACQUES PLONCARD D') - CRITIQUE NATIONALISTE
Le Voix de l'Occident. Tip. da E.N.P. (Secção Anuário Comercial de Portugal). S/d [anos 60]. In-8º de 255-I págs. Br.
Jacques Ploncard d'Assac (1910-2005) foi um escritor e jornalista francês que em 1944 se exilou em Portugal tendo então privado com Salazar. Ficou conhecido pelas suas posições muito críticas face ao movimento comunista, à Maçonaria e ao semitismo.
Exemplar em bom estado geral de conservação, valorizado com dedicatória do autor a um português.

VENDIDO
11490

ASSUNÇÃO (TOMÁS LINO D') [COORD.] - HISTÓRIA GERAL DOS JESUÍTAS DESDE A SUA FUNDAÇÃO ATÉ AOS NOSSOS DIAS
Coordenada por T. LINO D'ASSUMPÇÃO e Illustrada sob a direcção de ROQUE GAMEIRO.
Lisboa. Empreza da Historia de Portugal. MDCCCCI [1901]. In-4º de 634-II págs. Enc.
Obra ainda hoje de referência, profusamente ilustrada ao longo do texto com os bonitos desenhos de Roque Gameiro, alguns de página inteira.
Encadernação antiga com lombada em pele mosqueada.
Miolo em excelente estado de conservação, com antigo carimbo de posse a óleo no verso da capa anterior da encaderação; esta encontrando-se igualmente em bom estado de conservação está ligeiramente esfolada na lombada.

75,00 €
11191

AUSCHER (E. S.) - COMMENT RECONNAITRE LES PORCELAINES ET LES FAIENCES
d'aprés leurs marques et leurs caractéres.
Librairie Garnier. Paris. S/d. In-8º gr. de VII-494-II págs. Br.
Obra ainda hoje de referência para antiquários e colecionadores, profusamente ilustrada ao longo do texto com centenas de marcas de fabricante e reproduções de várias peças de porcelana e faiança.
Miolo em bom estado de conservação; capas da brochura com algumas imperfeições e sinais de manuseamento.

40,00 €
11184

BARBEDO (SEVERINO) - POÇO SEM FUNDO
Edições Maranus. Porto. 1945. In-8º de 161-VII págs. Br.
Miolo em bom estado de conservação, inteiramente por abrir; capas da brochura manchadas e imperfeitas.

10,00 €
11192

BARBEDO (SEVERINO) - POÇO SEM FUNDO
Edições Maranus. Porto. 1945. In-8º de 161-VII págs. Br.
Exemplar em muito bom estado de conservação, da série especial de 100 ex. em papel "velino" numerados. Valorizado com dedicatória do autor.

VENDIDO
10176

BAYARD (ÉMILE) - L'ART DE RECONNAITRE LES GRAVURES ANCIENNES
ouvrage orné de cent illustrations et de cinq plances de marques et monogrammes.
Paris. Ernest Grund Libraire-Editeur. 1925. In-8º de 326-IV págs. Enc.
Obra ainda hoje de referência, e bom estado de conservação.
Bonita e elegante encadernação, antiga, com lombada em pele. Mantém a capa anterior da brochura e está ligeiramente aparada.

20,00 €
11517

BESSA (ALBERTO) - A GIRIA PORTUGUEZA
Esboço de um diccionario de "calão". Contendo uma larga copia de termos e phrases empregadas na linguagem popular de Portugal e Brazil, com as respectivas significações (...). Com um prefacio do illustre Professor DR. THEOPHILO BRAGA.
Lisboa. Livraria Central de Gomes de Carvalho, Editor. 1901. In-8º de XXXI-334-II págs. Enc.
Encadernação antiga com lombada em pele. Não conserva as capas da brochura e está ligeiramente aparado por inteiro.
Exemplar em bom estado geral de conservação. Antigo carimbo a óleo de posse no verso da capa anterior e pequeno traço de tinta no frontispício (visível na foto).
Pouco vulgar.

30,00 €
11538

BONANÇA (JOÃO) - ENCYCLOPEDIA DE APPLICAÇÕES USUAES
Por....
Lisboa. Typographia Lusitana-Editora Arthur Brandão. 1903. In-8º gr. de 920 págs. Enc.
Esta pequena mas muito curiosa enciclopédia, última obra do ex-padre republicano João Bonança (1936-1924), inclui capítulos dedicados a temas como Aritmética, Geografia, Astronomia, Agricultura, Zoologia, História universal, Literatura, Comércio, Medicina, etc, com diversas ilustrações ao longo do texto e mapas desdobráveis. Igualmente curiosa a estampa dedicada às "bandeiras dos Estados e Nações".
Pouco vulgar.
Encadernação antiga com bonita lombada em pele verde decorada a ouro.
Em bom estado geral de conservação.

60,00 €
11485

BRIFFAULT (EUGÉNIO) - MYSTERIOS DA EGREJA
Ou O segredo de Roma no XIX seculo. Por... Illustrado de estampas e gravuras. Obra escripta no estylo dos MYSTERIOS do POVO por Eugenio Sue. Volume Primeiro [a Volume Terceiro].
Lisboa. Escriptorio da Empreza - Imprensa de Silva. 1854 a 1855. 3 vols em 2 tomos de 266-II + 269 + 543-VI págs. Enc.
Romance clássico oitocentista adornado de graciosas gravuras impressas em folhas à parte.
Encadernações recentes em material sintético com dourados nas lombadas; miolo em muito razoável estado de conservação, apresentando ocasional acidez.
INVULGAR.

50,00 €
11542

CARDOSO (MARIA MANUELA LOPES) - ANTÓNIO VIEIRA PIONEIRO E PARADIGMA DE INTERCULTURALIDADE
CF Chaves Ferreira - Publicações, S.A.. Lisboa. 2001. In-8º de 127-I págs. Enc.
Edição esmeradamente impressa a duas cores, profusamente ilustrada ao longo do texto e com tiragem limitada a 2000 exemplares numerados e assinados pelo editor (ex. nº 178).
Encadernação editorial em tecido negro acetinado, decorada com dizeres a ouro e bonita estampa colada na pasta anterior.
Em bom estado de conservação e valorizado com DEDICATÓRIA DA AUTORA.

VENDIDO
11324

CARDOZO (MÁRIO) - MONUMENTOS ARQUEOLÓGICOS DA SOCIEDADE MARTINS SARMENTO
Edição da Sociedade Martins Sarmento. Guimarães. 1950. In-8º de 172-II págs. Br.
Estudo de sumo interesse histórico, numa edição limitada a 500 exemplares numerados, profusamente ilustrada ao longo do texto com fotografias, desenhos, mapas desdobraveis, etc.
Miolo em muito bom estado de conservação; capas da brochura com normais picos de acidez.
INVULGAR.

VENDIDO
11513

CARVALHO (JOAQUIM DE) - ORÓBIO DE CASTRO E O ESPINOSISMO
Lisboa. Seara Nova. 1940. In-8º de 131-V págs. Br.
Exemplar com alguns sinais de manuseamento.
Pouco vulgar.

15,00 €
6355

CASTILHO (ANTÓNIO FELICIANO DE) - FAUSTO
Theatro de Goethe. Tentativa unica. Poema dramatico. Transladado a portuguez.
Porto. Viuva Moré-Editora. MDCCCLXXII [1872]. In-8º de XVI-415 págs. Enc.
1ª edição da célebre e polémica tradução de "Fausto", por Feliciano de Castilho.
Elegante encadernação com lombada em pele. Não conserva as capas da brochura e está ao de leve aparado e carminado à cabeça.
Em bom estado de conservação.
INVULGAR.

50,00 €
6287

CASTILHO (ANTÓNIO FELICIANO DE) - O AVARENTO
Theatro de Moliére. Quarta tentativa. Comedia em 5 actos. Versão liberrima seguida de um parecer pelo ill. exmº Sr. José da Silva Mendes Leal.
Lisboa. Por ordem e na Tipographia da Academia Real das Sciencias. 1871. In-8º de 441-III págs. Enc.
Encadernação antiga com lombada e cantos em pele; conserva ambas as capas da brochura e está ligeiramente aparado por inteiro e carminado à cabeça.
Exemplar em bom estado de conservação, exibindo alguma normal acidez. As capas têm alguma sujidade.
INVULGAR.

30,00 €
6302

CASTILHO (ANTÓNIO FELICIANO DE) - O MEDICO Á FORÇA
Theatro de Moliére. Terceira tentativa. Comedia à antiga. Transladada liberrimamente da prosa original a redondilhas portuguezas. Representada pela primeira vez em Lisboa no theatro da Trindade aos 2 de Janeiro de 1869 e seguida de um parecer (...).
Lisboa. Por ordem e na Tipographia da Academia Real das Sciencias. 1869. In-8º de 254 págs. Enc.
Encadernação antiga com lombada e cantos em pele; conserva ambas as capas da brochura e está ligeiramente aparado por inteiro e carminado à cabeça.
Exemplar em bom estado de conservação, exibindo alguma normal acidez ocasional. A lombada da encadernação em pele exibe algumas falhas.
INVULGAR.

30,00 €
6284

CASTILHO (ANTÓNIO FELICIANO DE) - O MISANTHROPO
Theatro de Moliére. Quinta tentativa. Comedia em 5 actos. Versão liberrima.
Lisboa. Por ordem e na Tipographia da Academia Real das Sciencias. 1870. In-8º de XX-IV-233 págs. Enc.
Encadernação antiga com lombada e cantos em pele; conserva ambas as capas da brochura e está ligeiramente aparado por inteiro e carminado à cabeça.
Exemplar em bom estado de conservação, exibindo alguma normal acidez. As capas estão em excelente estado.
INVULGAR.

30,00 €
11539

CASTILHO (ANTÓNIO FELICIANO DE) - O OUTONO
Collecção de poesias. De....
Lisboa. Imprensa Nacional. 1863. In-8º de XXXV-274 págs. Enc.
1ª edição de uma das últimas obras poéticas de António Feliciano de Castilho (1800-1875), com dedicatória impressa ao Rei Dom Luis I. Aliás, conforme lembra Inocêncio, "precede as poesias uma larga dedicatoria em prosa a Elrei o Sr. D. Luis I, que preenche as pag. v a xxxi. - «das quarenta composições poeticas encerradas no volume (diz seu auctor no prologo) são originaes 28; são traducções 8; o são imitações 4: dellas apresenta a estatistica para acudir a quem por ventura quizesse reprehender lhe haver pouca originalidade no livro".
Além desta elogiosa dedicatória ao rei reinante em 1863, Castilho ainda compõe versos, elegias e epístolas a Dona Amélia de Bragança [da Família Imperial do Brasil], Dom Pedro V, Dom Fernando II, Dom Pedro II e Imperatriz Dona Teresa [do Brasil].
Encadernação antiga, modesta, com lombada em pele. Não mantém as capas da brochura e está ligeiramente aparado.
Miolo em bom estado geral de conservação, exibindo ínfimos sinais do tempo e antiga assinatura de posse no frontispício; lombada da encadernação com falhas.
INVULGAR.

50,00 €
11346

CASTRO (AMÉRICO) - GLOSARIOS LATINO-ESPAÑOLES DE LA EDAD MEDIA
Por....
Madrid. 1936. In-4º peq. de LXXXVII-378-II págs. Br.
Revista de Filología Española - Anejo XXII.
1ª edição. Posteriormente, em 1991, foi publicada uma 2ª edição deste importante estudo filológico.
Miolo em bom estado de conservação; capas da brochura com alguns normais sinais do tempo.

30,00 €
11201

CATÁLOGO DE PINTURAS A ÓLEO , AGUARELAS E DESENHOS
Que serão apresentados para venda, por meio de leilão, com início às 21 horas, no dia 9 de Novembro de 1972
Agência de leilões Soares & Mendonça, Lda. [1972]. In-8º de 20-II págs. de texto e 6 flhs. de estampas. Br.
Catálogo do leilão realizado, ilustrado a negro com 43 reproduções de obras de arte.
Em bom estado de conservação com algumas breves anotações a tinta.

5,00 €
11169

CECCHI (EMILIO) - GIOTTO
Avec 200 reproductions. Traduction de Jean Chuzeville.
Librairie Gallimard. S/d [anos 40]. In-8º gr. de 194-IV-IV págs. de texto e 200 estampas fotográficas. Enc.
Título publicado no âmbito da colecção "Le Musée de la Pléiade".
Encadernação editorial em material sintético azul.
Em bom estado geral de conservação.

25,00 €
11167

COHN (WILLIAM) - CHINESE ART
The Studio LTD. London. 1930. In-8º gr. de XVI-75-I págs. de texto e 90 estampas fotográficas. Enc.
Obra de referência, ilustrada com 90 estampas impressas à parte, representando várias dezenas de magníficas peças de arte chinesa.
Encadernação editorial em material sintético com dourados na lombada e ferros a seco em ambas as pastas.
Exemplar em bom estado geral de conservação apresentando alguns normais sinais do tempo e acidez. Com bonito ex-libris de posse.

30,00 €
11294

CORTEGAÇA (VISCONDE DE) - UM GENERAL CONTRA UM JUIZ
1953. Tipografia Ideal. Porto. In-8º de 128-II págs. Br.
Ilustrado com a reprodução em fac-simile de vários documentos históricos.
Miolo em bom estado geral de conservação; capas da brochura com sinais de manuseamento e pequeno apontamento a tinta ("Agradecido"). Exemplar valorizado com DEDICATÓRIA DO VISCONDE DE CORTEGAÇA.

VENDIDO
7637

COSTA (FERREIRA DA) - NA PISTA DO MARFIM E DA MORTE
1950. Editora Educação Nacional de Adolfo Machado. Porto. In-8º de 417-V págs. Br.
12ª edição desta apreciada obra de Ferreira da Costa.
Exemplar em razoável estado de conservação, com alguns sinais da idade.

10,00 €
9601

COSTA (FERREIRA DA) - NA PISTA DO MARFIM E DA MORTE
Reportagens africanas vividas e escritas por Ferreira da Costa.
1944. Editora Educação Nacional. Porto. In-8º de 479-IX págs. Enc.
1ª edição da mais conhecida e estimada obra de Ferreira da Costa, que conheceu ao longo dos tempos várias reedições.
O nosso exemplar PERTENCE À RARA SÉRIE ESPECIAL PARA BIBLIÓFILOS DE APENAS 100 EXEMPLARES NUMERADOS E ASSINADOS PELO AUTOR
Boa e sólida encadernação com lombada e cantos em pele. Conserva as capas da brocura e está aparado e carminado só ao de leva à cabeça.
Em bom estado geral de conservação, apresentando normais sinais do tempo, alguma acidez e mancha nas primeiras 3 páginas.

75,00 €
11189

COSTA (FERREIRA DA) - PEDRA DO FEITIÇO
Reportagens africanas vividas e escritas por....
Edição LEN. Porto. 1945. In-8º de 485-III págs. Br.
1ª edição, com capas da brochura e ilustrações de Manuel Ribeiro de Pavia.
Exemplar em bom estado de conservação, apresentando normais sinais do tempo.
INVULGAR.

VENDIDO
11180

DANINOS (PIERRE) - LES CARNETS DU MAJOR THOMPSON. VACANCES A TOUS PRIX. UN CERTAIN MONSIEUR BLOT
Illustrés par LORJOU / illustrées par Yves BRAYER / illustrées par Bernard BUFFET.
Librairie Hachette. 1961. In-4º de 574-II págs. Enc.
Colectânea das principais obras de Pierre Daninos (1913-2005), numa edição de 10.000 exemplares numerados (nº 9779) e ilustrados em folhas à parte.
Encadernação editorial em tela com original decoração. O volume inclui um estojo protector.
Exemplar em bom estado geral de conservação mas apresentando-se a lombada com pronunciadas manchas de acidez.

20,00 €
4914

DANTAS (JÚLIO) - A CEIA DOS CARDEAES. [& D. BELTRÃO DE FIGUEIRÔA]
[Comédia ingénua ao gosto do século XVII].
Lisboa. Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão. 1902. In-8º peq. de 36 págs. Enc. [& Lisboa. Livraria Editora Tavares Cardoso & Irmão. 1902. In-8º peq. de 51 págs. Enc.]
Trata-se de duas das mais conhecidas e estimadas obras de Júlio Dantas, ambas de 1902, encadernadas em um só volume. "A ceia dos cardeaes" é da 5ª edição, saída no mesmo ano da 1ª (1902) e "D. Beltrão de Figueirôa" é da 1ª edição.
Encadernação em tecido. Não conserva as capas das brochuras e está ligeiramente aparado por inteiro.
Exemplar em muito razoável estado de conservação; algumas das primeiras folhas estão parcialmente soltas.

20,00 €
9930

DANTAS (JÚLIO) - DISCURSOS
I. Solenidades Académicas. - II. Comemorações do Ano Áureo. - III. Actos diplomáticos e conferências internacionais.
Livraria Bertrand. S/d. In-8º de 308 págs. Br.
Primeira edição.
Bom exemplar.

20,00 €
7264

DANTAS (JÚLIO) - FIGURAS D'ONTEM E D'HOJE
Mulheres - Poetas - Novos estudos sobre o século XVIII em Portugal - Arte e Artistas - Aspectos e tipos.
Porto. Livraria Chardron, de Lelo & Irmão, editores. 1914. In-8º de 320-IV págs. Enc.
1ª edição.
Encadernação em sintético com dourados na lombada.
Exemplar em muito razoável estado de conservação; a lombada tem pequena falha no topo, não conserva as capas da brcohura, está ligeiramente aparado por inteiro e apresenta alguma normal acidez nas primeiras e últimas folhas.
Pouco vulgar.

VENDIDO
10594

DANTAS (JÚLIO) - GUERRA JUNQUEIRO
Discurso inaugural das Comemorações centenárias do Poeta, pronunciado na sessão solene realizada, em 2 de Dezembro de 1950, na Câmara Municipal de Lisboa.
Lello & Irmão Editores. Porto. 1950. In-4º de 24 págs. Br.
1ª edição desta breve conferência sobre Junqueiro.
Em bom estado de conservação apresentando alguns sinais do tempo e de manuseamento.

15,00 €
6964

DANTAS (JÚLIO) - MARCHA TRIUNFAL
Narrativas da epopeia militar portuguesa do século XII ao século XX. 2ª edição, revista.
Livraria Bertrand. Lisboa. In-8º de 266-X págs. Br.
2ª edição de uma das mais conhecidas obras de Júlio Dantas, primitivamente dada à estampa em 1954 e agora revista ainda em vida do autor.
Exemplar em bom estado de conservação mas com pequena falha de papel na capa posterior da brochura.

10,00 €
9610

DANTAS (JÚLIO) - OUTONO EM FLOR
Comédia em 3 actos representada pela primeira vez no Teatro Nacional de D. Maria II em janeiro de 1949.
1949. Livraria Lello & Irmão, Editores. Porto. In-8º de 188 págs. Enc.
1ª edição.
Encadernação elegante e muito sóbria, inteira em pele, com o corte das folhas brunido a ouro. Mantém as capas da brochura.
Exemplar em bom estado de conservação apresentando ínfimos sinais do tempo.

30,00 €
8291

DANTAS (JÚLIO) - PÁGINAS DE MEMÓRIAS
Portugália Editora. Lisboa. [1968]. In-8º de 350-VI págs. Br.
1ª edição da última obra de Júlio Dantas, as suas memórias.
Exemplar com o miolo em bom estado de conservação, parcialmente por abrir; as capas da brochura apresentam alguns sinais de manuseamento; as primeira e última páginas em branco têm alguns normais picos de acidez.

VENDIDO
9298

DANTAS (JÚLIO) - PÁGINAS DE MEMÓRIAS
Portugália Editora. Lisboa. [1968]. In-8º de 350-VI págs. Br.
1ª edição da última obra de Júlio Dantas, as suas memórias.
Exemplar com o miolo em bom estado de conservação; as capas da brochura apresentam alguns sinais de manuseamento; as primeira e última páginas em branco têm alguns normais picos de acidez. Assinatura de posse no frontispício.

15,00 €
9899

DANTAS (JÚLIO) - PÁTRIA PORTUGUESA
9ª edição.
Livraria Bertrand. Lisboa. In-8º de 334-II págs. Br.
Exemplar em bom estado de conservação, apresentando alguns normais sinais do tempo.

10,00 €
5766

DANTAS (JÚLIO) - REVOADA DE MUSAS
As mulheres na vida dos homens célebres.
Portugália Editora. Lisboa. [1965]. In-8º de 214-VI págs. Br.
1ª edição, ilustrada em folha à parte com um retrato fotográfio de Júlio Dantas.
Exemplar em óptimo estado de conservação.

20,00 €
11181

DANTAS (JÚLIO) - SONETOS
Ilustrações de Alberto Souza.
Livraria J. Rodrigues & Cª. Lisboa. 1916. In-8º gr. de 82 págs. inumrs. Enc.
1ª edição de uma das mais invulgares obras de Júlio Dantas, também estimada pelo esmerado grafismo e pelas ilustrações de Alberto Souza.
Encadernação antiga com dourados na lombada e pasta anterior.
Miolo em bom estado geral de conservação; encadernação danificada e com vestígios de manchas antigas de humidade. Com elegante ex-libris de posse.

15,00 €
11498

DAUDET (LÉON) - LA FEMME ET L'AMOUR
Aspects et visages.
Ernest Flammarion, Éditeur. S/d [1931?]. In-8º de 282-IV págs. Br.
Exemplar em muito razoável estado de conervação apresentando manchas de acidez e normais sinais dos tempos.

10,00 €
11511

DAUDET (LÉON) - LA VIE ORAGEUSE DE CLEMENCEAU
Éditions Albin Michel. Paris. 1938. In-8º de 315-V págs. Br.
Exemplar em bom estado geral de conservação apresentando ínfimos sinais de manuseamento e ocasionais e breves sublinhados a lápis.

10,00 €
9337

DELGADO (SANTOS) - MANUAL PRÁTICO E TÉCNICO SOBRE ENGARRAFAMENTO DE VINHOS E LICÔRES
1927. Imprensa Lucas & Cª. Lisboa. In-8º de 134-II págs. Br.
Exemplar em bom estado de conservação, apresentando algumas imperfeições e sinais do tempo.
INVULGAR.

10,00 €
11514

DELGADO (SANTOS) - MANUAL PRÁTICO E TÉCNICO SOBRE ENGARRAFAMENTO DE VINHOS E LICÔRES
Por....
1927. Imprensa Lucas & Cª. Lisboa. In-8º esguio de 134-II págs. Br.
Em bom estado de conservação. Tem seis antigas assinaturas de posse, no frontispício e nas págs. 27, 53, 83, 101 e 125.

12,50 €
11171

DILLON (EDWARD) - PORCELAIN AND HOW TO COLLECT IT
With thirty-six illustrations.
Methuen & co. LTD. London. 1910. In-8º de IX-314-II-31-I págs. Enc.
1ª edição, ilustrada com várias estampas impressas à parte.
Encadernação editorial em material sintético verde com dourados na lombada e pasta anterior.

20,00 €
11203

EXPOSIÇÃO DE PINTORES ALENTEJANOS
Paço Ducal - Junho de 1946.
Fundação da Casa de Bragança. Vila Viçosa. In-8º de 98 págs. Br.
Introdução de A. Luís Gomes. Texto de Diogo de Macedo.
Catálogo da exposição realizada, ilustrado com mais de 30 reproduções a negro de obras de autores como, entre outros, D. Carlos de Bragança, Henrique Pousão, Apeles Espanca, Azinhal Abelho, Dordio Gomes, João Tavares, Narciso de Morais, etc.
Em bom estado de conservação.

VENDIDO
11202

EXPOSIÇÃO RETROSPECTIVA E DE HOMENAGEM AO MESTRE-PINTOR JÚLIO RAMOS
Salão Silva Porto, Dezembro 1943.
Salão Silva Porto. [1943]. In-8º de 59-I págs. Br.
Textos de Júlio Brandão, Acácio Lino, Joaquim Lopes, Mendes Corrêa, Gaspar Baltar, Joaquim Costa, Pedro Vitorino, Alberto Sousa, Diogo de Macedo, Adriano de Sá, Sousa Costa, Manoel Monterroso, Flávio Pais, Mário de Figueiredo, Cláudio Basto, Russel Cortez, Fernando de Castro, António de Almeida Garrett, Pinto do Couto, Francisco Torrinha, Arnaldo Ressano, Emanuel Ribeiro, Francisco Valença, etc.
Exemplar com alguns sinais de manuseamento, em muito razoável estado de conservação.

15,00 €
11336

FERREIRA (JOSÉ DIAS) - ELOGIO HISTÓRICO DO VISCONDE DE SEABRA
Na Associação dos Advogados de Lisboa. Aos 4 de Dezembro de 1895. Pelo socio effectivo...
Lisboa. Imprensa Nacional. 1895. In-8º gr. de 47-I págs. Br.
António Luís de Seabra (1798-1895), 1ª visconde de Seabra , foi um prestigiado jurisconsulto e político monárquico da segunda metade do século XIX. Ficou para a história do Direito português como um dos principais autores do 1º Código Comercial Português, ainda hoje conhecido como "Código de Seabra". Foi ainda Reitor da Universidade de Coimbra.
Esta homenagem foi-lhe prestada no ano da sua morte, em 1895.
Exemplar em bom estado geral de conservação, sobretudo atendendo à sua idade e à fragilidade das capas da brochura. Valorizado com dedicatória do autor ao Conselheiro Eduardo Pimentel.
INVULGAR.

25,00 €
7628

FIGUEIREDO (ANTERO DE) - "NON SUM DIGNUS"
Romance.
Livraria Tavares Martins. Porto. [1948]. In-8º de 375-IX págs. Enc.
1ª edição, impressa em bom papel encorpado.
Junto com o livro: dois convites datados de 1966 da Câmara Municipal do Porto para assistir à cerimónia do descerramento do busto de ANTERO DE FIGUEIREDO na Foz; postal do "Centenário de Antero de Figueiredo" escrito e assinado pela filha do escritor, Tereza Figueiredo; folheto da livraria Bertrand alusivo ao lançamento da obra "Recordações e Viagens"; folheto sobre a novela "Doida de Amor", também da Bertrand.
Exemplar em bom estado de conservação, com ínfimos sinais de manuseamento.

25,00 €
11164

FIGUEIREDO (ANTERO DE) - COMICOS
Novellas de theatro.
Lisboa. Livraria Ferreira - Editora. 1908. In-8º de 263 págs. Enc.
1ª edição, pouco vulgar.
Encadernação editorial em percalina com dourados na lombada. Mantém as capas da brochura.
Exemplar em bom estado geral de conservação, apresentando normais sinais do tempo. Dourados da lombada um pouco desvanecidos e assinatura de posse no frontispício.

20,00 €
9874

FIGUEIREDO (ANTERO DE) - JORNADAS EM PORTUGAL
Terceira edição, revista. 6º milhar.
Livraria Aillaud & Bertrand. Paris - Lisboa. 1919. In-8º de 395-III págs. Enc.
Capítulos dedicados a, entre outros, Braga antiga (a procissão dos Fogaréus), Trancoso, Terra de Miranda, São Miguel de Seide, Penacova, Leça, Bussaco e Minho.
Encadernação recente em material sintético. Não conserva as capas da brochura e está ligeiramente aparado por inteiro.
Exemplar em bom estado geral de conservação apresentando ocasional acidez.

10,00 €
11161

FIGUEIREDO (ANTERO DE) - LEONOR TELES
"Flor de altura". 1º milhar.
Livrarias Aillaud e Bertrand. Paris - Lisboa. 1916. In-8º de XI-380-IV págs. Enc.
1ª edição deste estimado romance histórico, sucessivamente reeditado.
Encadernação editorial em material sintético profusamente decorada. Conserva as capas da brochura.
Exemplar em bom estado geral de conservação apresentando normais sinais do tempo; pequena imperfeição na lombada. Bonito ex-libris de posse no verso da capa anterior.

20,00 €
11163

FIGUEIREDO (ANTERO DE) - SENHORA DO AMPARO
Dois perfis: um curandeiro de obsessos, um cura de almas.
Livrarias Aillaud e Bertrand. Lisboa. 1920. In-8º de 248-VI págs. Enc.
1ª edição, pouco vulgar, de uma das obras mais conhecidas e estimadas de Antero de Figueiredo (1866-1953), sucessivamente reeditada.
Encadernação editorial em percalina com dourados na lombada. Mantém as capas da brochura.
Exemplar em bom estado geral de conservação, apresentando normais sinais do tempo. Dourados da lombada um pouco desvanecidos e assinatura de posse no anterrosto.

20,00 €
9600

FIGUEIREDO (ANTERO DE) - TRAIÇÃO À ARTE
Novela.
Livraria Bertrand. 1952. In-8º de 255-III págs. Enc.
1ª edição.
Encadernação antiga com bonita lombada em pele. Mantém as capas da brochura e está ligeiramente aparado.
Em bom estado geral de conservação.

20,00 €
3897

FIGUEIREDO (CAMPOS DE) - O MENINO FEIO-LINDO
[Coimbra Editora, Lda. S/d]. In-8º de XXIV págs. inums. Enc.
Livro infantil ilustrado, dos mais raros da bibliografia do autor.
As curiosas ilustrações são da responsabilidade de Ezequiel Batoréu.
Exemplar valorizado pela dedicatória do autor a Alberto de Serpa.
Em bom estado de conservação.

VENDIDO
11170

FRANCE (ANATOLE) - BALTHAZAR
Paris. Calmann-Lévy, Éditeurs. S/d [1917?]. In-8º de 293-III págs. Enc.
Apreciado livro de prosa de Anatole France (1844-1924) cuja edição primitiva é de 1889.
Encadernação antiga com lombada e cantos em pele. Não conserva as capas da brochura.
Exemplar em bom estado geral de conservação; a lombada tem vestígios de antigo rótulo e pequena falha na parte inferior; o anterrosto tem assinatura de posse. Com bonito ex-libris no verso da capa.

15,00 €
11175

FRANCE (ANATOLE) - LES SEPT FEMMES DE LA BARBE-BLEUE
Et autres contes merveilleux.
Paris. Calmann-Lévy, Éditeurs. [1909]. In-8º de 306-II págs. Enc.
Primeira edição corrente de uma das mais apreciadas e conhecidas obras de Anatole France (1844-1924).
Encadernação antiga com lombada em pele. Não conserva as capas da brochura.
Exemplar em bom estado geral de conservação; a lombada está ligeiramente esfolada; o miolo apresenta alguma normal acidez. Com bonito ex-libris no verso da capa.

25,00 €
11457

GAZIEL [AGUSTÍ CALVET PASCUAL] - PORTUGAL LEJANO
Edhasa. Barcelona. Buenos Aires. 1964. In-8º de 205 págs. Br.
Título publicado na "Colección EL PUENTE".
Exemplar manuseado, em muito razoável estado de conservação; apresenta pequenas falhas nas lombadas, assinatura de posse na primeira página em branco e breves sublinhados ocasionais a tinta.

10,00 €
11186

GIDE (ANDRÉ) - PALUDES
Mermod. Lausanne. 1946. In-8º de 156-VI págs. Br.
Edição de 1000 exemplares numerados (ex. nº 802).
André Gide foi Prémio Nobel em 1947. A edição original de "Paludes" é de 1895.
Exemplar em bom estado de conservação, inteiramente por abrir.

20,00 €
11527

GOMES (MARQUES) - JOSÉ ESTEVÃO
Apontamentos para a sua biographia.
Porto. Typographia Occidental. 1889. In-8º gr. de 184 págs. Enc.
Estudo de referência sobre a vida e obra do notável político e orador aveirense que foi José Estevão (1808-1862).
Encadernação antiga com lombada em pele. Não conserva as capas da brochura e está ligeiramente aparado.
Exemplar com o miolo em bom estado de conservação; a encadernação apresenta algumas marcas do tempo.
MUITO INVULGAR.

VENDIDO
11172

GUIDE MICHELIN
FRANCE 1961
Pneu Michelin. 1961. In-8º esguio de 950 págs. Enc.
Edição de 1961 do famoso Guia Michelin, profusamente ilustrado ao longo do texto com mapas pormenorizados das localidades visadas.
Em bom estado de conservação.

10,00 €
11479

HANSE (JOSEPH) & VIVIER (ROBERT) [DIR.] - MAURICE MAETERLINCK
1862-1962.
La Renaissance du Livre. In-8º gr. de 547-V págs. Br.
Obra editada por ocasião do Centenário do Nascimento de Maeterlinck, numa edição numerada e ilustrada com diversas estampas impressas em separado.
Textos de Jean Cassou, Henri Clouard, Robert Guiette, Roland Mortier, Michel Otten, Raymond Pouilliart, Jean Rostand, Georges Sion, Pierre-Aimé Touchard e Robert Van Nuffel.
Em bom estado geral de conservação.

15,00 €
6442

HELDER (HERBERTO) - SERVIDÕES
Assírio & Alvim. 2013. In-8º de 124-IV págs. Enc.
1ª edição, publicada na colecção "Poesia inédita portuguesa".
Exemplar como novo.

75,00 €
11208

HORODISCH (ABRAHAM) - CHINESISCHE GEDICHTE
Ubertragen und herausgegeben von Abraham Horodisch.
Im Bertelsmann Lesering. Gutersloh. S/d. In-8º de 84-VI págs. Enc.
Belo livro de poesia chinesa traduzida em alemão, ilustrado com 16 reproduções a cores de pinturas antigas e composto à maneira oriental, ou seja, em dupla folha.
Os poetas traduzidos vão de Ch'u Yuan (332-295 ac) a Chang Chi (cerca de 1220 dc).
Exemplar em excelente estado de conservação, apresentado dentro de estojo protector.

20,00 €
11157

LACROIX (PAUL) - GALERIE DES FEMMES DE GEORGE SAND
Par le Bibliophile Jacob. Vingt-quatre Gravures en taille-douce sur acier par H. Robinson d'aprés les Tableaux des premiers Artistes.
Paris. Aubert et Ce. 1843. In-4º de XVI-171-I págs. de texto e 24 estampas. Enc.
Obra de Paul Lacroix (1806-1884) publicada sob o pseudónimo de Bibliophile Jacob: belo álbum sobre personagens femininas criadas pela escritora George Sand, ilustrado ao longo do texto com diversas vinhetas e 24 elegantes estampas "hors-texte" gravadas sobre chapa de aço, incluindo um retrato de Sand.
Encadernação oitocentista exuberantemente decorada com artísticos ferros a ouro na lombada e em ambas as pastas.
Exemplar em muito razoável estado de conservação apresentando as seguintes falhas: encadernação com alguns sinais de manuseamento; ínfimos vestígios de xilófagos no canto inferior das primeiras VIII páginas; uma estampa solta do miolo; algumas normal acidez nas páginas de texto e nas estampas.
INVULGAR.

100,00 €
11243

LARRA (DON LUIS MARIANO DE) - !SI YO FUERA RICO!
Novela original de ... Ilustrada por Alejandro de Riquer.
Barcelona. Montaner Y Simón, Editores. 1896. In-4º peq. de 315-IV págs. Enc.
1ª edição, publicada no âmbito da colecção "Biblioteca Universal".
Linda encadernação em imitação de pergaminho, profusamente decorada com desenhos relevados.
Em muito bom estado de conservação.

25,00 €
11242

LEAL (AUGUSTO SOARES D'AZEVEDO BARBOSA DE PINHO) - PORTUGAL ANTIGO E MODERNO
Diccionario Geographico, Estatistico, Chorographico, Heraldico, Archeologico, Historico, Biographico e Etymologico de todas as Cidades, Villas e Freguezias de Portugal e de grande numero de Aldeias (...)
Lisboa. Livraria Editora de Mattos Moreira & Compª. 1873 [a 1890]. 12 vols. In-4º. peq. de 512 (aliás 560) + 494 + 431 + 507 + 596 + 702 + 716 + 633 + 764 + 661 + 771 + 869-III págs. Enc.
Obra maior de Pinho Leal (1816-1884), sendo ainda hoje de referência este importantíssimo dicionário Corográfico. O 12º e último volume (1890) é da autoria do Padre Pedro Augusto Ferreira, o famoso abade de Miragaia.
Encadernações da época com lombada em pele; não conservam as capas das brochuras e estão ligeiramente aparadas à cabeça.
Conjunto em muito razoável estado de conservação, apresentando as seguintes imperfeições: 2º vol. com ínfimos vestígios de xilófagos nas últimas duas folhas e verso da contracapa; 8º e 12º vols. igualmente com vestígios quase imperceptíveis de xilófagos; últimos 6 vols. com manchas antigas de humidade, sobretudo nas primeiras e últimas folhas. Encadernações com pequenos sinais do tempo, sendo que o 12º vol. tem os dois rótulos da lombada de cor diferente e pequena fenda (ver foto). Nenhum dos volumes tem assinatura de posse e/ou carimbos.
Bonito e muito invulgar conjunto.

VENDIDO
10815

LEITÃO (RUBEN ANDRESEN) [RUBEN A.] - D. PEDRO V
Um homem e um Rei.
Portucalense Editora. Pôrto. 1950. In-8º de 157 págs. Br.
Edição especial de 500 exemplares numerados (ex. nº 31), estando o nosso superiormente valorizado com dedicatória intimista do autor.
Em muito bom estado de conservação.

50,00 €
9686

LEVY-BRUHL & VEIGA (PEDRO) - O IDEAL REPUBLICANO
Renovação Democrática. Portugal. [Gráfica da Lousã]. S/d. In-8º de 55-I págs. Br.
Obra panfletária composta por um texto de Levy-Bruhl e três de Pedro Veiga (Petrus).
Exemplar em razoável estado de conservação, exibindo algumas marcas do tempo. Valorizado com DEDICATÓRIA DE PETRUS.
INVULGAR.

25,00 €
11533

LEVY-BRUHL & VEIGA (PEDRO) - O IDEAL REPUBLICANO
Renovação Democrática. Portugal. [Gráfica da Lousã]. S/d. In-8º de 55-I págs. Br.
Obra panfletária composta por um texto de Levy-Bruhl e três de Pedro Veiga (Petrus).
Exemplar em razoável estado de conservação, exibindo algumas marcas do tempo e manchas de acidez.
INVULGAR.

15,00 €
11329

LIMA (DIOGO MARTINEZ DE) & LIMA (EDUARDO MARTINEZ DE) - PORTO EM FRALDA
Narrativas do Porto, por dois tripeiros. 1º milhar.
1926. [Composto e impresso na tip. da Casa de Obras de O Primeiro de Janeiro]. In-8º de 94-II págs. Br.
Capa de João Lima.
Do Prefácio: "PORTO EM FRALDA, escrito ao correr da pena e sem pretensão a literatura ou humorismo, tem por fim, caros leitores e presadissimas leitoras, demonstrar, em linhas rápidas e sem obsecação de bairrismo o que é a Invicta e Sempre Leal Cidade da Virgem, áqueles que simplesmente a conhecem de nome...".
Exemplar em razoável estado de conservação mas exibindo acentuada acidez generalizada a todo o volume.

VENDIDO
11353

LIMA (FERNANDO DE CASTRO PIRES DE) - A SEREIA NA HISTÓRIA E NA LENDA
Prólogo de Gregório Marañón.
Porto Editora. Porto. 1952. In-8º de 204-I págs. Br.
As últimas 10 páginas são preenchidas com uma extensa lista de biografia sobre a temática das sereias.
Exemplar em bom estado geral de conservação, valorizado com dedicatória do autor.

20,00 €
11174

LOTI (PIERRE) - PÊCHEUR D'ISLANDE
Roman.
Paris. Calmann-Lévy, Éditeurs. S/d [1930?]. In-8º de 344 págs. Enc.
Encadernação em material sintético azul com dourados na lombada e pasta anterior. Conserva a capa anterior da brochura e está ligeiramente aparado por inteiro.
A edição original desta obra de Pierre Loti (1850-1923) é de 1886.

10,00 €
11546

MAIA (CARLOS BENTO DA) - TRATADO COMPLETO DE COZINHA E DE COPA
Por...
1904. Livraria Editora Guimarães & Cª. Lisboa. In-4º de 748 págs. Enc.
Considerado um clássico sobre a nossa gastronomia. Obra fundamental, ilustrada, assim organizada: Generalidades; Algumas palavras acerca de alimentos de origem animal e vegetal; Iguarias; Dôces; Café; Chá; Chocolate e coca; Conservas; Ementas; Dicionário; Indice alfabético.
Carlos Bento da Maia, ao que parece, é um pseudónimo do General Carlos Bandeira de Melo.
Primeira edição, bastante invulgar. Existem edições posteriores de 1921, 1947, 1975, 1982 e 1995.
Curiosamente o nosso exemplar tem 748 páginas; outros exemplares, desta mesma primeira edição de 1904, são descritos como tendo apenas 726 páginas.
Obra encadernada com lombada em pele; não conserva a capa de brochura.
Exemplar manuseado apresentando pequenas imperfeições e sinais do tempo.

VENDIDO
11196

MALOT (HECTOR) - EN FAMILIA
Por... Traducida por Enrique Leopoldo de Verneuil. Ilustraciones de Lanos. Obra premiada por la Academia Francesa.
Barcelona. Montaner y Simón, Editores. 1895. In-4º peq. de 396-IV págs. Enc.
1ª edição, publicada no âmbito da colecção "Biblioteca Universal".
Linda encadernação em imitação de pergaminho, profusamente decorada com desenhos relevados.
Em bom estado de conservação; a encadernação apresenta ínfimos sinais de manuseamento.

20,00 €
11205

MAQUIAVEL (NICOLAU) - OEUVRES DE MACHIAVEL
Tome Premier [a Tome Sixieme]. Nouvelle Edition. Augmentée de l'Anti-Machiavel, & autres piéces.
A La Haie,// Aux depens de la Compagnie,// MDCCXLIII [1743]. 6 vols. In-8º de XVI-584 + 429-I + 374 + XXXII [aliás XXVIII]-446 + 480 + LX-485 págs. Enc.
Conjunto completo, nos seus 6 tomos, das obras de Nicolau Maquiavel (ou, no original italiano, Niccolo Machiavelli) (1469-1527). Inclui o apreciado ensaio "O Anti-Maquiavel" por Frederico II da Prússia, versão de Voltaire, primitivamente publicado em 1740.
Subtítulos dos tomos: I. "Contenant le I. & II. Livre des Discours Politiques sur la prémiere Décade de Tite-Live"; II. "Contenant le IIII. Livre des Discours Politiques sur la prémiere Décade de Tite-Live"; III. "Contenant l'Art de la Guerre"; IV. "Contenant les quatres prémiers Livres de l'Histoire de Florence", V. "Contenant les quatres derniers Livres de l'Histoire de Florence, & quatre divers Traités Historiques & Politiques"; VI. "Contenant le Prince de cet Auteur, avec l'Examen de cet Ouvrage, ou l'Anti-Machiavel. ou l'on a mis au bas, par des Renvois, en forme de Notes, les diverses Leçons de toutes les Éditions précédentes".
O 3º tomo, que trata da famosa obra "A Arte da Guerra", é ilustrado com 8 grandes desdobráveis, que faltam frequentemente na obra.
Encadernações setecentistas com lombadas em pele, decoradas com 4 nervuras e dizeres inscritos a ouro.
O miolo de todos os volumes encontra-se, de um modo geral, em bastante bom estado de conservação; dois têm pequena e antiga assinatura de posse na primeira página em branco; o sexto tomo tem ínfimas falhas de papel no canto superior direito de 6 folhas sem afectar a mancha impressa; o 4º tomo tem erros de paginação, comuns na época, mas está completo; o 1º tomo está falho das últimas 4 folhas, 7 páginas, das "Tables des Chapitres", falha pouco grave.
As encadernações apresentam alguns defeitos, mas, ainda assim, com apreciável solidez.
RARO.

1.000,00 €
11382

MARGARIDO (ALFREDO) - NO FUNDO DESTE CANAL
Romance.
Editora Arcádia Limitada. Lisboa. 1960. In-8º esguio de 275-I págs. Br.
1ª edição, publicada no âmbito da colecção "Autores Portugueses", com bela capa de Victor Palla.
Exemplar em bom estado geral de conservação, apresentando alguns normais picos de acidez. Valorizado com dedicatória intimista de Alfredo Margarido (1928-2010).

VENDIDO
11199

MOCIDADE PORTUGUESA (DIVISÃO "DOURO LITORAL") - RÉCITA DO CENTRO EXTRA-ESCOLAR Nº2. PROGRAMA
A favor dos filiados pobres da ala 2 no TEATRO RIVOLI. 10 e 11 de Junho de 1941.
[1941]. In-8º gr. de 8 págs. inumrs. Br.
"A Mocidade Portuguesa não é uma secção de um partido político.
"A Mocidade Portuguesa não é uma obra da acção católica.
"A Mocidade Portuguesa não é uma organização militar.
"A Mocidade Portuguesa não é uma sociedade desportiva ou de educação física.
"A Mocidade Portuguesa não é uma disciplina escolar, um tempo nos horários, nova matéria nos programas de ensino.
"A Mocidade Portuguesa é um movimento de formação integral da juventude que procura dar à gente môça vigor físico, saúde moral e uma consciência cívica inspirada no mais alto ideal patriótico e traduzida com sentido prático".

Programa da Récita realizada, com uma tiragem de 1000 exemplares e em bom estado geral de conservação, apresentando ínfimos sinais do tempo.

15,00 €
11159

MONEGAL (JOHN MAC) & SÁ (LUIZ GUERREIRO DE) - TRATADO DE NATAÇÃO
Capa e desenhos de Mário Salgado.
Livraria Simões Lopes. Porto. 1938. In-8º de 189-III págs. Enc.
Curioso tratado de Natação, profusamente ilustrado em folhas à parte.
Encadernação em percalina azul com dourados na lombada e pasta anterior. Conserva as capas da brochura e está ligeiramente aparado por inteiro.
Em bom estado de conservação.
Pouco vulgar.

20,00 €
11104

MOTA (ANRIQUE DA) - FARSA DO ALFAIATE
Uma das mais antigas peças do Teatro Português. Seu autor: ANRRIQUE DA MORA. Agora prefaciada e anotada por J. LEITE DE VASCONCELLOS.
Edição da "Lusitania". MCMXXIV (1924). In-8º de 49-III págs. Br.
Do site do JL, da autoria de Silvina Pereira, com a devida vénia, passamos a transcrever:

"Anrique da Mota é nome de um dos poetas mais conhecidos do Cancioneiro Geral (1516), cuja maior contribuição foi ter deixado cinco textos dramáticos: Lamentação (ou Pranto) do Clérigo; Farsa do Alfaiate; Farsa do Hortelão, Lamentação da Mula e Processo de Vasco Abul.

"Terá nascido no Bombarral, entre 1470 e 1480, e no Museu Municipal dessa cidade existe actualmente uma sala dedicada ao dramaturgo. Formado em Direito, foi escudeiro do rei D. Manuel em 1499 e exerceu as funções de juíz dos Orfãos em Óbidos, tendo falecido em data posterior a 1545. Como "escrivão da corte" o seu nome encontra-se ligado a numerosos documentos, alguns dos quais importantes para a história do teatro português, como seja a carta de privilégio para Baltazar Dias, dramaturgo cego da Ilha da Madeira, redigida em Évora, a 20 de Fevereiro de 1537. Filho de uma família possuidora de "vinhas, pomares e pinhais", foi ele próprio comerciante de vinhos e na sua obra o tema do vinho encontra-se no Pranto do Clérigo e em diversas trovas.

"Venhamos então ao teatro e à louvável intenção feita por alguns estudiosos de prestar justiça aos seus dons dramáticos. J. Leite de Vasconcelos, na Revista Lusitania, em 1924, publicou a Farsa do Alfaiate, considerando-a "uma das mais antigas peças do teatro português", estranhando que até então nenhum dos historiadores houvesse reparado na dramaticidade orgânica das trovas, ao mesmo tempo que abria caminho para que a restante produção dramática de Anrique da Mota fosse abordada sob esse ponto de vista.

"A. Crabé Rocha, no Bulletin d'Histoire du Théâtre Portugais, em 1951, refere-se à recepção feita a Anrique da Mota, lamentando que, embora Rodrigues Lapa houvesse mostrado "le caractere incontestablement théâtral" da sua contribuição no Cancioneiro Geral, essa apreciação não tinha sido ainda suficiente para o inscrever como dramaturgo, já que "Le silence et l'ombre couvrirent de nouveau la tombe de celui qui semblait avoir ressuscité."

"Crabé Rocha foi uma das vozes femininas mais estimulantes de meados do século passado. Professora e ensaísta, portuguesa por adopção (mulher do poeta Miguel Torga), fez-se aqui advogada a favor dos "esboços dramáticos" do magistrado dramaturgo, cuja causa se afigura digna de toda a defesa, reclamando justiça literária para essa obra. Se também para Crabé Rocha, Gil Vicente é, indubitavelmente, a grande montanha da dramaturgia portuguesa, quanto a si, ela não se eleva sózinha na planície e, por isso, não deixa de fazer sentido, colocar aos seus pés um pequeno monte, constituído pelos diálogos dramáticos de Anrique da Mota, pois, segundo ela: "Son esprit est critique, concret, observateur, propre a retenir de la vie ses aspects pittoresques, flagrants, théâtraux. Et sa place serait la fosse commune de la multitude de rimeurs du C. G. , n'était sa vocation d'auteur comique."

"É de referir que para A. Crabé Rocha o teatro português é "terra incógnita", oferecendo-nos imagens sugestivas sobre esse deserto, cuja aridez provém em grande medida das deficiências do saber histórico-literário. A solidão de Gil Vicente deve-se ao seu mérito mas também ao relativo desconhecimento de outros dramaturgos coevos. Por isso, assumiu a missão de povoar a aridez do terreno, resgatando do vazio o maior número de dramaturgos.

"Para Crabé Rocha os exemplos dramáticos de A. da Mota no Cancioneiro Geral documentam a passagem sub-reptícia do género poético ao género dramático. E não deixa de assinalar o facto curioso de que a noção de que existiam no Cancioneiro autênticas farsas representáveis, desapareceu do espírito do público e mesmo dos estudiosos. Como se não se conseguisse reconhecer que nos encontramos em presença de teatro e não de poesia. Veja-se a propósito dos reflexos teatrais presentes no Cancioneiro Geral, o relato do embaixador espanhol Ochoa de Ysasaga sobre a festa espectacular realizada a 25 de Dezembro de 1500, publicado por Luiz Francisco Rebello no Primitivo Teatro Português.

"No Processo de Vasco Abul, em que Gil Vicente também intervém com um curioso parecer, Anrique da Mota desempenha o papel de juiz, tal como o fazia na vida. Os "processos dramatizados" que muito favor gozaram no teatro espanhol, como ainda na dramaturgia vicentina (recordem-se A Romagem dos agravados e O Juíz da Beira por exemplo) ou o Auto de Florença de João Escobar, mostram como o facto de pôr em cena um tribunal permite revelar melhor a comédia da vida.

"A relação entre o vinho e o clero é um dos temas tratados por Anrique da Mota e o seu Pranto do Clérigo tem graça e engenho jocoso e satírico. A situação é muito teatral, pois o clérigo sentindo-se órfão depois do vinho derramado, partilha a sua dor maldizendo o mundo e as gentes, primeiro à criada negra com quem vive em mancebia e, mais propriamente, à pipa que tão incautamente fez derramar a "rosa" da sua vida. Junta-se ao seu carpir outro vigário, e o entremez termina com um lamento inconsolável. Neste Pranto se chora a perda do "Caparica", vinho também nomeado e cantado em obras como, o Pranto da Maria Parda, a Comedia Ulysippo de Jorge Ferreira de Vasconcelos, e o Banquete dado na Índia de Luís de Camões.

"Pelos seus diálogos dramáticos, Anrique da Mota chegou a ser considerado como um precursor de Gil Vicente, uma ideia pugnada por Leite de Vasconcelos, seguida por Crabé Rocha e outros, até que Eugenio Asensio declarou que, pelo contrário, a cronologia "sugiere que el precursor fué Gil Vicente". No entanto, para Crabé Rocha, que acreditava na teatralidade de alguns destes textos, a verdadeira prova do teatro é o palco, e essa foi superada em 1993, quando o Teatro da Cornucópia apresentou o espectáculo A Mula, O Clérigo, O Alfaiate e Mais Lamentações.

"A história de Inês, símbolo e mito do Amor, foi celebrada por cronistas, poetas e dramaturgos, como Jorge Ferreira de Vasconcelos, Camões e António Ferreira. Em meados do século XX, Eugenio Asensio descobriu em Évora, (no fundo da Biblioteca da Manizola) uma "Carta sobre a morte de Inês de Castro", de Anrique da Mota, dirigida ao Rei D. João III em 1528, onde os elementos narrativo, lírico e dramático se entrelaçam. Devido a esta carta ou Visão de Inês de Castro, Anrique da Mota foi justamente incluído por Asensio (1959) e por Jorge de Sena (1963), no número dos escritores que trataram o tema. E se Anrique da Mota não chegou a atingir a intensidade das Trovas à morte de Inês de Castro de Garcia de Resende, ofereceu-nos em contrapartida uma cena do encontro entre Pedro e Inês moribunda, tão inesperada quanto rica em possibilidades dramáticas".

Exemplar em muito bom estado de conservação, inteiramente por abrir.
INVULGAR.

30,00 €
11155

MUSSOLINI (BENITO) - A DOUTRINA DO FASCISMO
Editora Contra Corrente. Lisboa. 2017. In-8º de 115 págs. Br.
Edição de apenas 100 exemplares númerados, com tradução e comentários de António José de Brito (Parte I) e Rui Amiguinho (Parte II). Capa, "Pré-Fáscio" e "Póst-Fáscio" de Vítor Luís.
Inclui CD intitulado "Cânticos do Fascismo".
Exemplar novo.

12,00 €
11031

NEVES (MOREIRA DAS) - MENDIGO DE DEUS
POEMAS do sofrimento e da graça.
Edições Gama. Lisboa. 1944. In-8º de 135-V págs. Br.
Exemplar em bom estado geral de conservação, SUPERIORMENTE VALORIZADO COM DEDICATÓRIA DO PADRE MOREIRA DAS NEVES AO ILUSTRE MÉDICO PSIQUIATRA ELÍSIO DE MOURA.

30,00 €
11187

NEVES (JOAQUIM PACHECO) - CONTOS SOMBRIOS
Com prefácio do Dr. JOSÉ RÉGIO.
Edição do Autor. Porto. 1942. In-8º de 230-II págs. Br.
1ª edição, valorizada com dedicatória do autor.
Em bom estado de conservação, apresentando alguma acidez ao nível das capas da brochura.

25,00 €
11185

NEVES (JOAQUIM PACHECO) - HISTÓRIA BREVE DUMA VIDA LONGA
Novelas.
Edições SER. Vila do Conde. 1952. In-8º de 213-III págs. Br.
1ª edição desta obra do Dr. Joaquim Pacheco Neves, médico e escritor de Vila do Conde, com capa de Apolinário dos Reis.
Em bom estado de conservação, valorizado com dedicatória do autor datada do ano de lançamento do título.

25,00 €
9598

NEVES (MOREIRA DAS) - HÓSTIA FLORIDA
Lendas Eucarísticas e outros poemas por... Capa de João Carlos.
Lisboa. Nas Oficinas da União Gráfica. MCMXXXVI [1936]. In-8º de CXXVI-II págs. Enc.
1ª edição de um dos primeiros livrinhos de poesia do padre Moreira das Neves.
Encadernação antiga com lombada em pele. Conserva as capas da brochura e está por aparar.
Exemplar em bom estado de conservação ainda que as capas da brochura tenham sido profissionalmente restauradas. A lombada tem algumas esfoladelas. Valorizado com DEDICATÓRIA AUTÓGRAFA DO AUTOR.

20,00 €
7828

NEVES (MOREIRA DAS) - O CARDEAL CEREJEIRA, PATRIARCA DE LISBOA.
Direcção artística de Manuel Lapa.
ProDomo. Lisboa. [1948]. In-4º gr. de 478-VI págs. Br.
Obra de superior qualidade gráfica, impressa em óptimo papel e profusamente ilustrada com dezenas de fotografias, reproduções de livros e documentos antigos, retratos de personalidades históricas ligadas sobretudo ao clero, etc.
Como curiosidade, na pág. 170 aparece uma fotogravura da casa dos grilos, em Coimbra, onde duas setas a vermelho apontam as janelas dos quartos do Cardeal Cerejeira e do Prof. Salazar.
As capas apresentam ínfimos picos de acidez e as guardas manchas antigas de fita-cola; em tudo o resto o exemplar está em excelente estado de conservação.

50,00 €
11465

NORONHA (EDUARDO DE) - A DANÇA NO ESTRANGEIRO E EM PORTUGAL
Aventuras galantes do Teatro de S. Carlos.
Coimbra Editora, Ldª. Antiga Livraria França & Arménio. Coimbra. 1922. In-8º de 355-I págs. Br.
1ª edição.
Miolo em bom estado de conservação; capas da brochura com ínfimos sinais do tempo.
INVULGAR.

20,00 €
9889

NORONHA (EDUARDO DE) - O HEROE DE CHAIMITE
Mouzinho de Albuquerque. Narrativa histórica e militar. Illustrada com 67 photogravuras. Prefacios de Ayres de ornellas e Henrique de Paiva Couceiro.
Porto. Empreza de "O PRIMEIRO DE JANEIRO" - Editora. 1906. In-8º de 480 págs. Br.
1ª edição deste clássico de Eduardo de Noronha, autor de vasta bibliografia histórica, ilustrado com várias estampas impressas em separado.
Exemplar em bom estado geral de conservação apesar de exibir alguma acidez e normais sinais do tempo.
INVULGAR.

30,00 €
8759

NORONHA (EDUARDO DE) - O PASSADO...
Reminiscencias anedocticas dos tempos idos. Alguns annos de fita animatografica da vida.
1912. Magalhães & Moniz, Ldª - Editores. Porto. In-8º de 376 págs. Enc.
1ª edição.
Encadernação antiga com lombada em pele. Conserva as capas da brochura e está ligeiramente aparado.
Em bom estado de conservação apesar de apresentar alguma acidez.

25,00 €
11160

O MUNDO NA MÃO
Pequena encyclopedia. Por um grupo de professores e homens de letras. 2ª edição revista e aumentada.
Portugal-Brasil Sociedade Editora. Lisboa. S/d. In-8º de VIII-824 págs. Enc.
Curiosa pequena enciclopédia, ilustrada ao longo do texto e com alguns mapas desdobráveis.
Encadernação editorial em percalina com ferros e dizeres a seco e a ouro, na lombada e em ambas as pastas.
Exemplar em bom estado geral de conservação apresentando normais sinais do tempo.

20,00 €
11522

ORTIGÃO (RAMALHO) - A HOLLANDA
Sexta edição.
1920. Parceria António Maria Pereira. Lisboa. In-8º gr. de 370 págs. Enc.
Edição esmerada de uma das mais conhecidas e estimadas obras de Ramalho Ortigão, ilustrada ao longo do texto com curiosas vinhetas.
Bonita encadernação, antiga, com lombada e cantos em pele, estando aquela primorosamente decorada com 4 nervuras e dizeres e ferros gravados a folha de ouro.
O nosso exemplar inclui ainda, extra livro, 2 recortes de jornal com artigos assinados por Aquilino Ribeiro e uma fotografia e um retrato fotográfico do autor intitulado "O ultimo retrato de Ramalho Ortigão", assinado por "Bordallo".
Exemplar em bom estado geral de conservação; tem antiga assinatura de posse no frontispício e na pág. 149.

VENDIDO
11207

ORTIGÃO (RAMALHO) - AS FARPAS
Tomo I [a Tomo XI].
Lisboa. David Corazzi - Editor. 1887 a 1890. 11 vols. In-8º de VI-310-II + 318-II + 317-III + 309-III + 316-IV + 318-II + 318-II + 315-V + 316-IV + 315-V + 315-III págs. Enc.
2ª edição da mais importante e estimada obra de Ramalho Ortigão, publicada primitivamente em pequenos fascículos mensais e com a colaboração inicial de Eça de Queiroz. Do Vol. VII em diante, a publicação passa a ser da "Companhia Nacional Editora".
Cada tomo de "AS FARPAS" tem um subtitulo a seguir descriminado:

Tomo I - A VIDA PROVINCIAL - A PAIZAGEM - OS CAMPOS - AS PRAIAS - OS MONUMENTOS; Tomo II - AS EPISTOLAS; Tomo III - OS INDIVIDUOS;
Tomo IV - O PARLAMENTARISMO; Tomo V - A RELIGIÃO E A ARTE; Tomo VI - A SOCIEDADE; Tomo VII - A CAPITAL; Tomo VIII - OS NOSSOS FILHOS - INSTRUÇÃO PUBLICA; Tomo IX - O MOVIMENTO LITTERÁRIO E ARTISTICO;
Tomo X - ASPECTOS VARIOS - DA SOCIEDADE, DA POLITICA, DA ADMINISTRAÇÃO; Tomo XI - ASPECTOS VARIOS - DA SOCIEDADE, DA POLITICA, DA ADMINISTRAÇÃO.

Á obra completa, em 11 volumes, acrescentamos ainda as "ÚLTIMAS FARPAS", de 1917, 340 páginas, de menor formato mas igual encadernação.

Bonitas encadernações editoriais em tela decoradas com ferros e dizeres a ouro, vermelho e negro, tudo gravado em relevo.
Conjunto em bom estado geral de conservação; todos os volumes têm assinatura de posse no frontispício, sendo que por vezes têm mais que uma assinatura e ainda um ex-libris em forma de carimbo a óleo. As encadernações estão bastante sólidas, apresentando ocasionais sinais do tempo e de manuseamento.

150,00 €
10347

ORTIGÃO (RAMALHO) - REI D. CARLOS
O Martyrisado.
Typographia "A Editora". Lisboa. 1908. In-8º de 20 págs. Br.
Célebre opúsculo escrito por Ramalho Ortigão na sequência do Regicídio de 1908. Posteriormente, com a revolução de Outubro de 1910, escreveria o autor que se recusava a aderir à República "engrossando assim o abjecto número de percevejos de que um buraco estou vendo nojosamente cobrir o leito da governação".
Da "Advertencia":
"Esta publicação foi mandada fazer, com permissão do auctor, a expensas de um grupo de portuguezes residentes no Rio de Janeiro, para ser distribuida gratuitamente nas suas terras.
"O estudo do sr. Ramalho Ortigão, aqui transcripto, foi publicado na Gazeta de Noticias do Rio de Janeiro, a 11 de Março do corrente anno [1908], em grande edição especial, que se esgotou rapidamente.
"A extraordinaria repercussão d'este escripto, não só na Capital da Republica mas em todos os Estados da União, bem como a consideração que lhe testemunharam os brazileiros e os portuguezes do Brazil, parece haverem consagrado, da maneira mais significativa e mais unanime, as nobres palavras do portuguez illustre, que tão honradamente sabe servir e amar a sua patria.
"O intuito dos que promovem a reedição d'este depoimento é tornal-o conhecido de todos os que falam a sua lingua, considerando que elle exprime, pelo modo mais humanamente elevado, a triste e inilludivel verdade sobre o desvairado momento politico em que tão lamentavelmente se enodoou de sangue a historia de um povo".
Ilustrado com um retrato de D. Carlos de Bragança, impresso à parte.
Miolo em bom estado de conservação apresentando alguns normais picos de acidez; capa imperfeita, quase solta do volume e com pequenas falhas de papel. Inclui 2 recortes de jornais antigos alusivos ao tema.

20,00 €
11173

PAÇO D'ARCOS (JOAQUIM) - ANA PAULA
Perfil duma lisboeta.
Parceria A. M. Pereira. Lisboa. 1938. In-8º de 344-II págs. Enc.
1ª edição de uma das mais lidas e reeditadas obras de Joaquim Paço d'Arcos, com capa assinada por Stuart Carvalhais.
Encadernação antiga com lombada e cantos em pele.
Exemplar em bom estado geral de conservação, apresentando alguma normal acidez. O miolo está apenas aparado à cabeça mas as capas da brochura estão aparadas por inteiro.

20,00 €
11136

PAÇO D'ARCOS (JOAQUIM) - CHURCHILL, O ESTADISTA E O ESCRITOR.
Conferência pronunciada, em Lisboa, no Instituto Britânico, a 30 de Novembro de 1954.
Revista "Ocidente". Lisboa. In-8º gr. de 32 págs. Br.
Separata da Revista "Ocidente" - vol. XLVIII. Lisboa.
Exemplar em bom estado de conservação mas a que faltam as capas da brochura.

7,50 €
11168

PAÇO D'ARCOS (JOAQUIM) - HEROI DERRADEIRO
Romance.
[Composição e impressão Companhia Editora do Minho. Barcelos]. Lisboa, 1932. In-8º de 311-I págs. Enc.
1ª edição do segundo livro do autor, um dos mais invulgares da sua extensa bibliografia.
Boa encadernação com lombada e cantos em pele. Conserva as capas da brochura e está apenas ligeiramente aparado e carminado à cabeça. Exemplar em bom estado de conservação, valorizado com assinatura de Paço d'Arcos no anterrosto.

40,00 €
11044

PAÇO D'ARCOS (JOAQUIM) - NOVELAS POUCO EXEMPLARES
Guimarães Editores. Lisboa. 1967. In-8º de 246-X págs. Br.
1ª edição.
Miolo em bom estado de conservação, inteiramente por abrir; capas da brochura com alguns sinais de manuseamento.

15,00 €
11204

PAMPLONA (FERNANDO DE) - DICIONÁRIO DE PINTORES E ESCULTORES PORTUGUESES OU QUE TRABALHARAM EM PORTUGAL
Edição dirigida e prefaciada por Ricardo do Espírito Santo Silva.
1954 a 1959. [Oficina Gráfica, Limitada. Lisboa]. 4 vols. In-4º de 316-IV + 287-V + 341-VII + 312-VIII págs. Br.
1ª edição desta obra monumental que constou de três mil exemplares numerados (ex. nº 858). Está dividida em 4 volumes: Vol I: A - E; Vol II: F - L; Vol III: M - R; Vol IV: S - Z (mais apêndice).
Posteriormente em 1987 foi publicada uma segunda edição deste título pela Editora Civilização a que se seguiram outras edições até aos nossos dias.
Obra esmeradamente impressa a duas cores e ilustrada com várias estampas "hors-texte" e facsimiles das assinaturas dos artistas.
Conjunto completo, em excelente estado de conservação, interiamente por abrir.
INVULGAR.

250,00 €
11166

PARIS ET SA PROCHE BANLIEUE
Les Guides Bleus.
Librairie Hachette. Paris. 1957. In-8º de CXLIV-686 págs. Enc.
Guia antigo de Paris ilustrado ao longo do texto e com vários mapas desdobráveis impressos à parte.
Em bom estado geral de conservação apresentando normais sinais do tempo.

15,00 €
11177

PASSOS (CARLOS DE) - VIEIRA PORTUENSE
Portucalense Editora. Porto. 1953. In-4º de 117-V págs. Enc.
Estudo de referência sobre Vieira Portuense (1765-1805), ilustrado com várias dezenas de estampas impressas à parte, a negro e a cores, sendo algumas coladas à cabeça sobre folhas de cartolina. Edição numerada, cabendo ao nosso exemplar o nº 75.
Luxuosa encadernação editorial inteira em pele decorada com dizeres e ferros a seco e a ouro na lombada e em ambas as pastas. Mantém as capas da brochura.
Em bom estado geral de conservação.

75,00 €
11291

PEDRO (ANTÓNIO) - INTRODUÇÃO A UMA HISTÓRIA DA ARTE
Génese e características do fenómeno estético.
Horizonte. S/d[1948?]. In-8º peq. de 88 págs. Br.
Título primeiro publicado na colecção "Horizonte", "uma colecção de iniciação na arte, na sua história e nos seus problemas".
Livrinho bastante invulgar de António Pedro (1909-1966), ilustrado ao longo do texto.
Em bom estado de conservação, exbindo ínfimos sinais do tempo.

25,00 €
11200

PENAFIDEL
Boletim da Comissão Municipal de Cultura. I.
Câmara Municipal de Penafiel. Penafiel. 1947. In-8º de 16 págs. Br.
Primeiro número desta publicação de grande interesse local, ilustrado com 4 pequenas estampas impressas à parte e coladas à cabeça ao longo do texto.
Em bom estado de conservação apresentando alguns normais sinais do tempo.

10,00 €
10820

PENALVA (MARQUÊS DE) - DISSERTAÇÃO// A// FAVOR DA MONARQUIA
Onde se prova pela razão, authoridade, e ex-// periencia ser este o melhor, e mais justo// de todos os Governos; e que os nossos Reis// são os mais absolutos, e legitimos Senhores// de seus Reinos
LISBOA:// Na Impressão Regia. 1818. In-8º peq. de 227 págs. Br.
Trata-se da 2ª edição, "reimpressa por Fr. Jose de N. S. do Carmo e Silva, Carmelita dos Calçados do Real Convento de Lisboa". A 1ª edição é de 1799.

Do blog "omantodorei", com a devida vénia, passamos a transcrever:

"Livro interessante ,marcadamente defensor da solução absolutista (ao tempo seria a manutenção da Institucionalidade) ,que permite compreender com maior profundidade as correntes politicas e ideológicas que dividiam o Reino ao tempo de D. João VI , marcando este fenomenal monarca como um hábil diplomata que soube equilibrar duas correntes opostas, sem contudo ter podido evitar o confronto que se daria com seus dois filhos (D. Pedro IV- D. Pedro I do Brasil- e D. Miguel) assumindo cada um o seu lado da trincheira que dividia a Europa entre Absolutismo e Liberalismo.

"A "Dissertação" marca o fim de uma Era e de um tempo em que se considerava o velho preceito medieval de S. Paulo («Non et potestas nisi a Deo»- Épistola aos Romanos ) como argumento para a Fonte de Poder em abstracto.Em termos genéricos seria o fim da Monarquia absoluta e a reacção (porque é um livro de Reacção) a uma velha formula política medieval de S. Tomás com o direito “humano” (da comunidade) a ser reinstalada por um processo revolucionário violento, num novo contexto regimental do Estado: A Monarquia Limitada ou no limite a República.

"No contexto do pensamento politico português a "Dissertação" do Marquês de Penalva surge ainda isolada sem contraditório talvez por falta de maior estudo sobre a literatura nacional deste período ou talvez devido a uma velha interpretação do Dr. Paulo Merea, que em muito ajuda a compreender a continuidade da actualidade desta "dissertação" no sec XIX e ainda no sec XX com o Integralismo Lusitano de António Sardinha, «nas monarquias cristãs donde se destacou a nossa nacionalidade, e ainda através da nossa história, o princípio da hereditariedade radica-se gradualmente no costume, e acaba por consolidar-se, mas o princípio teórico da origem electiva do poder mantém apesar de tudo o seu prestígio» Estudos da História do Direito, Dr Paulo Merea -Coimbra 1923, pag 201"

Exemplar em muito bom estado de conservação. Tem pequeno e antigo carimbo a óleo de posse e pequena e elegante rúbrica no frontispício.
INVULGAR.

75,00 €
10941

PESSOA (FERNANDO) - A MAÇONARIA
Vista por FERNANDO PESSOA, O poeta da "Mensagem", obra nacionalista, premiada pelo Secretariado da Propaganda Nacional. Comentando o projecto de lei do deputado José Cabral... apresentado à Assembleia Nacional.
S/ editor. S/d. In-8º de 8 págs. Br.
Primeira edição.
Escreve Manuel Ferreira, Livreiro do Porto, a propósito desta edição: "Esta é, segundo cremos, a autêntica primeira edição, muito rara, bastante semelhante à edição por alguns tida como primeira. Foi dada a lume algum tempo antes da segunda, com menor número de páginas por ser mais reduzido o tipo empregado na sua composição e revestido de uma capa de brochura em papel azul".
Exemplar em muito razoável estado de conservação, com pequeno rótulo no canto inferior esquerda da capa anterior da brochura, manchas nas primeira e última folhas e alguma descoloração geral. Com bonito ex-libris de posse de Aucindio Rodrigues da Silva.
MUITO INVULGAR.

100,00 €
11194

PINHEIRO (CHABY) - MEMÓRIAS DE CHABY
Transcritas e coordenadas por Tomaz Ribeiro Colaço e Raúl dos Santos Braga. Letra inicial de Fernando Bento.
1938. Editora Gráfica Portuguesa, Limitada. Lisboa. In-4º de 220-VIII págs. Br.
Memórias de um dos maiores vultos de sempre do teatro português, António Augusto de Chaby Pinheiro (1873-1933).
Obra ilustrada com várias fotografias impressas à parte, do actor em algumas das suas mais notáveis criações.
Edição de 2000 exemplares numerados e assinados (ex. nº 1828).
Exemplar em bom estado geral de conservação, apresentando alguns sinais do tempo e de manuseamento. Vestígios de dobras nos cantos de algumas das folhas.

20,00 €
11195

PINTO (ANTÓNIO FERREIRA) - D. ANTÓNIO BARROSO
Um Herói da Epopeia Portuguesa no Ultramar. Prefácio do Exmº e Revmº Snr. Bispo do Pôrto.
Tipografia Pôrto Médico, Ldª. Porto. 1931. In-4º de 198-II págs. Br.
Estudo de mérito sobre D. António Barroso (1854-1918), ilustrado com 21 estampas fotográficas impressas à parte.
Exemplar em bom estado geral de conservação mas apresentando ocasionais manchas de acidez. Valorizado com dedicatória do autor.

40,00 €
11499

PINTO (MANUEL MAIA) - A VIÚVA SEM O VÉU
1935. Imprensa Moderna, Ldª. Pôrto. In-8º de 77-III págs. Br.
Livro sobre Maçonaria.
Do índice: "Prólogo", "Relance histórico", "O segrêdo da maçonaria".
Exemplar manuseado, em muito razoável estado de conservação, apresentando algumas manchas ao nível das capas da brochura.
Pouco vulgar.

VENDIDO
11387

PORTUGAL (JOSÉ BLANC DE) - PARVA NATURALIA
Poemas.
Edições Ática. Lisboa. [1960]. In-8º de 106-II pags. Br.
Título publicado em primeira edição na prestigiada colecção "Poesia", fundada por Luiz de Montalvor e que foi Prémio Fernando Pessoa em 1959.
Em bom estado de conservação, inteiramente por abrir e conservando a cinta promocional original. Capas da brochura com alguns normais picos de acidez.

17,50 €
11064

PROENÇA (RAUL) - ESTRADAS DE PORTUGAL
Edição actualizada por J. Sant'Anna Dionísio. Mapas propositadamente levantados por Basto de Lima e fotografias expressamente tiradas para esta publicação pela Fotografia Beleza e outras da colecção Passaporte "Loty" e colecção "Dulia".
Lello & Irmão - Editores. Porto. S/d [anos 40]. In-4º de 60 + 48 + 48 + 48 + 48 + 48 + 40 + 48 + 72 págs. Enc.
Obra de referência primitivamente editada em 9 tomos e que aqui são reunidos em um único volume. O tomo nº 1 intitula-se "Arredores de Lisboa", seguindo-se "Estradas do Minho", "Estradas de Lisboa ao Porto", "Beira Meridional", "Beira Setentrional", "Alto Alentejo", "Estradas do Ribatejo", "Estradas do Baixo Alentejo e Algarve" e "Estradas do Douro e Trás-os-Montes".
Profusamente ilustrada com fotografias das localidades, mapas parciais e gráficos dos declives das estradas e ainda com um mapa desdobrável de Portugal no último tomo.
Bonita encadernação editorial decorada com ferros a seco e dizeres a ouro, na lombada e ambas as pastas. Conserva as capas dos 9 tomos e a sobrecapa de protecção que quase sempre está em falta.
Exemplar em bom estado geral de conservação; a sobrecapa tem algumas falhas; como a obra é impressa sobre papel couché, que tem tendência a colar, as primeiras 4 folhas têm ínfimos vestígios de que este problema aconteceu no passado.

50,00 €
11253

REED (ALMA) - OROZCO
Fondo de Cultura Economica. México. 1955. In-4º de 349-III págs. de texto + 52 flhs. de fotogravuras. Enc.
1ª edição deste estudo fundamental sobre José Clemente Orozco (,1883-1949), um dos mais importantes artistas mexicanos do século XX, com tradução do original inédito inglês por Jesús Amaya Topete.
A obra é profusamente ilustrada com dezenas de reproduções a negro de fotografias de Orozco, pinturas murais, retratos, litografias, frescos, óleos, etc.
Sólida encadernação editorial em tecido com sobrecapa de protecção.
Exemplar em bom estado de conservação; a capa da brochura tem ínfimos vestígios do tempo. Tiragem declarada de 3000 exemplares.

50,00 €
11183

RÉGIO (JOSÉ) - EL-REI SEBASTIÃO
Poema espectacular em três actos.
Atlântida. Coimbra. MCMXLIX [1949]. In-8º de XV-189-III págs. Br.
1ª edição desta peça de Régio, inserida na série "Teatro de José Régio".
Invulgar e em bom estado de conservação.

30,00 €
11188

RÉGIO (JOSÉ) - HISTÓRIAS DE MULHERES
Livraria Portugália. Porto. S/d. In-8º de 342-II págs. Br.
1ª edição, com capa assinada por Júlio Resende.
Bom exemplar, inteiramente por abrir.

30,00 €
11178

RIBALTAS E GAMBIARRAS
Revista semanal.
1ª série. Número 1. Lisboa, 1 de Janeiro de 1881 a 2ª série. Número 45. Lisboa, 30 de Outubro de 1881.
Do site da Hemerotecadigital da CML, por conter uma completíssima descrição desta revista, com a devida vénia, passamos a transcrever:

"RIBALTAS E GAMBIARRAS - revista semanal, dedicada esssencialmente ao teatro e à literatura, foi publicada em Lisboa por Henrique Zeferino de Albuquerque (1842-1925), livreiro e editor, seu "gerente" e colaborador literário ocasional, tendo por redatora Guimomar [Delfina de Noronha] Torresão (1844-1918) - mencionada no cabeçalho, até ao nº 10 (de 26 de Fevereiro de 1881) como Delfim de Noronha, redator (pseudónimo com que, entre outros, assinaria diversa colaboração nesta e noutras revistas), e passando no número seguinte a indicar a identidade própria.
"Ribaltas e Gambiarras saiu a público entre 1 de Janeiro de 30 de Outubro de 1881, num total de 45 números (41 "regulares" ao domingo e 4 "extraordinários", todos numerados sequencialmente), divididos em duas séries. Cada "fascículo" tinha invariavelmente oito páginas, compostas a duas colunas, vendendo-se "em todos os teatros" de Lisboa e na Livraria Zeferino onde estava sediada (Rua dos Fanqueiros, nº 87) ao preço unitário de 20 réis ou, pela assinatura de 25 números, a 500 réis (...).
"A impressão desta revista repartiu-se pelas Tipografias de Cristóvão A. Rodrigues (do nº 1 ao nº 42, de 24 de Setembro), Tipografia Verde (os números 43 e 44, de 8 e 16 de Outubro) e Adolphe & Modesto, Tipografia e Litografia Portuguesa (para o nº 45, final). Podemos supor que esta mudança de oficinas tenha sido, talvez, provocada pela introdução de ilustração no corpo da revista. A Ribaltas e Gambiarras foi um periódico exclusivamente de texto até ao número 37, de 20 de Agosto. Neste exemplar, a direção decidiu introduzir o "grande melhoramento" da ilustração, através de gravuras de "homens ilustres de Portugal e Brasil" a cargo do "eminente gravador espanhol o Sr. D. José Severini" - inovação que prosseguiria em todos os números subsequentes. Por essa mesma altura, a impressora donde saía este título estragou-se. Este concurso de fatores pode ter ditado a mudança para a Tipografia Verde, ao nº 43, embora o prejuízo tenha sido maior que os benefícios: pese embora a nova utilização de letra de fantasia nas capitais de título, não só se mantiveram problemas antigos na imposição do texto, como a partir desse exemplar a numeração de páginas passou a sair truncada e mais ainda, ai número seguinte o texto saiu pejado de gralhas (...).
"(...). Já avançada a sua publicação, apresentar-se-á mesmo como "revista semanal, crítica, científica e humorística". Era pois uma revista de generalidades, com forte incidência nas áreas teatral e literária, o que é visível na grelha fixa de rúbricas (mais ou menos regulares) em que se organizaram os seus conteúdos (...).
"Apesar do êxito inicial (os números 1, 3 e 5 esgotaram, fazendo-se deles 2ª e 3ª tiragens) e da prestigiosa colaboração obtida, Ribaltas e Gambiarras terminou antes de completar um ano de publicação, sem aviso nem despedida".

Alguns dos nomes que colaboraram nesta publicação: Guiomar Torrezão, Camilo Castelo Branco, Júlio César Machado, Simões Dias, Ramalho Ortigão, Gomes de Amorim, João de Deus, Guilherme de azevedo, Alberto Pimentel, Senna Freitas, etc. De destacar ainda a presença de dezenas de pseudónimos como A. Pitou, Dominó Preto, Almaviva, Relampago, Scentelha, José de Nápoles, Thalia, etc.

Bonita e sólida encadernação antiga com lombada e cantos em pele.
Exemplar em bastante bom estado de conservação sobretudo se se tiver em conta a fragilidade do papel com que a publicação era feita.
REVISTA CAMILIANA, COMPLETA, E DE RARO APARECIMENTO NO MERCADO.

300,00 €
11165

RIBEIRO (TOMÁS) - D. JAYME
Poema por... com uma conversação preambular pelo senhor A. F: de Castilho. Segunda edição correcta e augmentada.
Lisboa. Typ. da Sociedade Typographyca Franco-Portugueza. 1863. In-8º de CXVIII-II-285-III-XIV-II págs. Enc.
2ª edição da mais famosa obra poética de Tomás Ribeiro (1831-1901), originalmente publicada no ano anterior e que foi um grande sucesso editorial na sua época.
As primeiras CXVIII páginas ocupam-se da importante introdução de António Feliciano de Castilho.
Encadernação antiga com bonita lombada em pele. Não conserva as capas da brochura e está ligeiramente aparado por inteiro.
Exemplar em bom estado geral de conservação, apresentando normais sinais do tempo. Falta a protecção em papel vegetal que existiria entre o frontispício e o retrato do poeta, que é falha pouco grave.
INVULGAR.

40,00 €
10870

RICHELET (PIERRE) - DICTIONNAIRE// DES RIMES
Par P. Richelet.// ou se trouvent// I. Les Mots & le genre des Mots// II. Un Traité complet de la Versisication, & les// régles des différens Ouvrages en Vers.// Nouvelle Édition.// Revue, corrigée (...).
A PARIS// Chez Nyon, Quai des Augustins, à l'Occasions// MDCCLXII [1762]. In-8º de LXXX-749-II págs. Enc.
Dicionário esmeradamente impresso em duas colunas.
Encadernação da época, inteira em pele.
Miolo excelente, sem qualquer defeito a destacar; a encadernação exibe marcas do tempo e pequenas imperfeições, estando, ainda assim, em muito razoável estado de conservação.

50,00 €
11193

RODRIGUES (URBANO) - A VIDA ROMANESCA DE TEIXEIRA LOPES
Notas para o estudo da sua personalidade e da sua obra.
Editora Marítimo-Colonial, Lda. Lisboa. 1946. In-8º de 329-III págs. Br.
Estimado estudo biográfico sobre o antigo Presidente da República Manuel Teixeira Gomes (1860-1941), ilustrado com numerosas fotogravuras impressas em 11 folhas à parte.
Exemplar em bom estado geral de conservação, exibindo ínfimas marcas do tempo.

20,00 €
11544

SAAVEDRA (MIGUEL DE CERVANTES) - EL INGENIOSO// HIDALGO DON QUI-// XOTE DA LA MANCHA
Compuesto por Miguel de Cervantes// Saavedra.// Dirigido al Duque de Bejar,// Marques de Gibraleon, Conde de Benalcaçar, y Baña-// res, Vizconde de la Puebla de Alcozer, Señor de// las villas de Capilla, Curiel, y// Burgillos.
Año 1608 [aliás 1897]. Con privilegio de Castilla, Aragon, y Portugal. En Madrid, Por Juan de la Cuesta. [aliás En Barcelona, Por Montaner Y Simon - Editores. 1897]. 2 vols. In-8º de 584 flhs. Enc.
O segundo volume, de 1615 [aliás 1897], intitula-se "SEGUNDA PARTE// DEL INGENIOSO// CAVALLERO DON// QUIXOTE DE LA// MANCHA", agora dedicado a "dom Pedro Fernandez de Castro, Conde de Lemos, de Andrade, y de Villalua, Marques de Sarria (...)".

Trata-se de uma edição facsimilada por fotolitografia da obra maior de Cervantes, uma das mais importantes da literatura mundial de todos os tempos, com a curiosidade de apenas ser referido o nome do editor e a verdadeira data de impressão nas pastas anteriores das encadernações. O miolo, desde a primeira à última página, é pois rigorosamente igual às edições seiscentistas.
Bonitas encadernações editoriais com lombadas em pele e pastas em tela decoradas com dizeres e ferros a seco. Com erros de paginação (inerentes á própria obra).
Conjunto em bom estado de conservação; o 2º volume tem a lombada ligeiramente esfolada; ambos os volumes têm antigo carimbo a óleo de posse.
Obra INVULGAR e de elevada cotação internacional.

200,00 €
9402

SABUGOSA (CONDE DE) - A RAINHA D. LEONOR
1458-1525.
Portugalia Editora. Lisboa. Rio de Janeiro. [1921]. In-4º de 380-IV págs. Enc.
1ª edição desta estimada biografia sobre D. Leonor, ilustrada com várias estampas impressas em separado.
Excelente encadernação com bonita lombada e cantos em pele. O volume conserva as capas da brochura e está apenas ligeiramente aparado e carminada à cabeça.
Exemplar em bom estado geral de conservação; apresenta normais sinais do tempo, acidez por vezes acentuada e capas da brochura algo fragilizadas.
INVULGAR.

75,00 €
10971

SABUGOSA (CONDE DE) - GENTE D'ALGO
As Musas de D. Diniz. A mysteriosa Beatriz. Duqueza de Borgonha. Imperatriz de Allemanha. A Excellente Senhora. A côrte em Setubal e os Porquês anonymos. Uma noiva do Prior do Crato. Matronas de 1640. A Freira Portugueza. A condessa da Ericeira.
1915. Livraria Ferreira. Lisboa. In-4º peq. de XIV-350-II pags. Enc.
1ª edição.
Encadernação antiga com lombada e cantos em pele. Conserva as capas da brochura e está apenas ligeiramente aparado e tintado à cabeça.
Exemplar em bom estado geral de conservação mas apresentando alguma acidez ao nível das capas da brochura, antiga assinatura de posse na capa anterior e vestígios de xilófagos sobretudo na encadernação (lombada e pastas).

35,00 €
11491

SANDÃO (ARTUR DE) - O MÓVEL PINTADO EM PORTUGAL
Orientação gráfica de Espiga Pinto.
Livraria Civilização. 4º milheiro. [1979]. In-4º gr. de 321-IV págs. Enc.
Obra monumental, única no seu género, ilustrada com dezenas de fotografias a cores. O primeiro milheiro foi edidato em 1966. O presente exemplar pertence ao 4º milheiro, de 1979, numerado e assinado por Sandão (ex. nº 4104).
Encadernação editorial em sintético; lombada e pastas decoradas com ferros e dizeres a ouro.
Exemplar em muito bom estado de conservação; a primeira folha em branco apresenta algumas normais manchas de acidez.

100,00 €
11348

SANTOS (VINHA DOS) - CANTARES
Impresso na "Tipografia Espozendense". Espozende. MCMXXXIII [1933]. In-8º peq. de 33 págs. Br.
Livrinho de poesia de esmerada concepção gráfica.
Natural de Fão, Abel Martins Vinhas dos Santos, professor primário, faleceu ainda muito jovem, aos 28 anos. "Cantares" é a sua primeira obra publicada.
Miolo em muito bom estado de conservação; as capas da brochura apresentam alguns sinais do tempo.
Obra muito invulgar, valorizada com dedicatória do autor.

40,00 €
11550

SCHWALBACH (FERNANDO) - À LAREIRA DO PASSADO
Memórias. 3º milhar.
Edição do Autor. Lisboa. 1944. In-8º gr. de 397-III págs. Enc.
Curioso e muito interessante livro de memórias, especialmente por se debruçar sobre os últimos anos da Monarquia e nelas referir inúmeras personalidades da época com quem o autor privou, como sejam os Rei Dom Carlos e Dom Manuel II, Hintze Ribeiro, Bernardino Machado, José Luciano de Castro, João Franco, etc. Ilustrado com várias estampas impressas à parte.
Encadernação antiga com bonita lombada em pele. Mantém as capas da brochura e está ligeiramente aparado e carminado à cabeça.
Em bom estado geral de conservação.

25,00 €
11435

SIMÕES (JOÃO GASPAR) - EÇA DE QUEIROZ, O HOMEM E O ARTISTA
Edições Dois Mundos. Lisboa. Rio [de Janeiro]. 1945. In-4º de 668-IV pags. Enc.
Ensaio queirosiano de referência, ilustrado em folhas à parte com retratos de Eça e de outras personalidades da época.
Elegante encadernação, antiga, com lombada e cantos em pele. Conserva as capas da brochura estando ligeiramente aparado e carminado à cabeça.
Exemplar em bom estado geral de conservação. Carimbo a óleo de posse, no anterrosto, da biblioteca particular a que a obra anteriormente pertenceu.

VENDIDO
11158

SMITHES (M. F.) - THINGS SEEN IN PORTUGAL
The garden of the west, a land of mountains & rivers, of the wine, the olive & the cork tree, & of ancient buildings richly carved, picturesque peasantry & hardy fishermen. By....
London. Seley, Service & Co, Limited. 1931. In-8º peq. de 157-III págs. de texto e 31 estampas fotográficas. Enc.
Encadernação editorial em material sintético com dourados na lombada e pasta anterior.
2ª edição (a 1ª é de 1930) deste curioso roteiro turístico sobre o Portugal dos anos 30.
As estampas fotográficas, impressas à parte sobre papel couché, são absolutamente notáveis pela sua soberba qualidade, representando sobretudo motivos etnográficos e paisagísticos.
Em bom estado geral de conservação apresentando ínfimos sinais do tempo.

VENDIDO
11206

SÓFOCLES - TRAGÉDIES// DE// SOPHOCLE
Traduits// Par M. DUPUY,// De l'Academie Royale des Inscriptions// & Belles-Lettres.// TOME PREMIER [& TOME SECOND].
A PARIS, Quai es Augustins,// Chez C. J. B. Bauche, Libraire.// MDCCLXII [1762]. 2 vols. In-8º peq. de XX-288 + 336 págs. Enc.
Tradução francesa setecentista do original grego das Tragédias de Sófocles.
Encadernações da época, inteiras em pele.
Conjunto completo; miolo em bastante bom estado de conservação; as encadernações estão algo danificadas.
O 2º tomo tem erros de paginação (páginas trocadas), como é normal acontecer nos livros setecentistas, mas está completo.
RARO.

250,00 €
11197

SOUSA LOPES
Catálogo de homenagem à memória do mestre pintor Adriano de Sousa Lopes promovida pela Liga dos Combatentes sob o patrocínio da Fundação Calouste Gulbenkian. Dezembro de 1962.
[Lisboa. 1962]. In-8º gr. de 69-III págs. Br.
Catálogo do evento, impresso em bom papel encorpado e ilustrado com várias reproduções a negro das obras expostas.
Textos de Reynaldo dos Santos e Manuel Farinha dos Santos.
Miolo em bom estado de conservação; cap anterior da brochura com manchas antigas de humidade.

Incluimos neste lote um opúsculo a seguir descrito:

"EXPOSIÇÃO PÓSTUMA E DE HOMENAGEM AO PINTOR SOUSA LOPES. Óleos - Gravuras - Desenhos"; Salão Silva Porto. S/d [1946?]. Textos de Diogo de Macedo, Reynaldo dos Santos, Afonso Lopes Vieira, etc. Exemplar em mau estado de conservação, apresentando falhas e defeitos.

VENDIDO
11162

THESOURO DO TROVADOR
Selecção de canções e recitativos colligidos por João Diniz e prefaciados pele Dr. JOSÉ SIMÕES DIAS.
Livraria Internacional de Ernesto Chardron, Editor. Porto e braga. 1878. In-8º de 388 págs. Enc.
Curiosa colectânea de poesia onde se destacam, entre muitos outros, nomes como Herculano, Garrett, Castilho, Junqueiro,João de Deus, Camilo, Bocage, Bulhão Pato,Júlio Dinis, Ramalhão Ortigão, Guilherme Braga, Antero, Teófilo, Casimiro de Abreu, etc.
Encadernação antiga com lombada em pele. Não conserva as capas da brochura e está ligeiramente aparado.
Lombada e miolo em bom estado geral de conservação apresentando alguns normais sinais do tempo; as pastas da encadernação precisam de novo revestimento. Antiga assinatura de posse no frontispício e bonito ex-libris no verso da capa.
INVULGAR.

30,00 €
9728

THIERS (M. A.) - SAINTE-HÉLÉNE
Par...
Paris. Lheureux et Cie, Éditeurs. 1862. In-8º de 328 págs. Enc.
Título de referência dentro da temática napoleónica.
Encadernação antiga com lombada em chagrin. Não conserva as capas da brochura e está ligeiramente aparado.
Exemplar em bom estado geral de conservação, apresentando alguma ocasional acidez e ínfimos sinais do tempo.

40,00 €
11176

VALENTE (VASCO) - O VIDRO EM PORTUGAL
Portucalense Editora. Porto. 1950. In-4º gr. de 207 págs. Enc.
Edição de 1000 exemplares numerados (ex. nº 202).
Obra fundamental para o estudo do vidro em Portugal, da autoria de um antigo director do Museu Nacional de Soares dos Reis.
Ilustrado com numerosas estampas impressas em separado sobre papel couché, reproduzindo várias dezenas de peças de vidro antigas, algumas da Vista Alegre.
Encadernação editorial inteira em pele decorada com dizeres e ferros a ouro, na lomba e em ambas as pastas.
Exemplar em bom estado geral de conservação; a lombada está ligeiramente esfolada na parte superior; erro de paginação nas últimas páginas (mas o volume está completo).
INVULGAR.

200,00 €
11515

VEIGA (MIGUEL) - EM MEMÓRIA DE FRANCISCO SÁ CARNEIRO
Com a reprodução de um desenho de José Rodrigues e de uma escultura de Gustavo Matos e direcção gráfica de Armando Alves nas edições o oiro do dia.
O Oiro do Dia. Porto. 1991. In-8º de 26-II págs. Br.
Exemplar em excelente estado de conservação, valorizado com dedicatória do Dr. Miguel Veiga (1936-2016).

VENDIDO
11190

VIEIRA (AFONSO LOPES) - A PAIXÃO DE PEDRO O CRU
[Composto e Impresso em Dezembro-Janeiro de 1939-40 na IMPRENSA PORTUGAL-BRASIL para a Livraria Bertrand de Lisboa. In-8º de 294-VI págs. Br.
1ª edição.
Miolo em bom estado geral de conservação; Capas da brochura apresentando acentuadas manchas de acidez. Pequena inscrição a tinta no canto superior esquerdo da última página em branco ("feira de 66: 200").

15,00 €
Página produzida pelo programa CaTema, de AFAsoft          © 2009 António F. Amorim